menu

Brasil

19/05/2014


Paraíba sedia exposição inédita sobre história do futebol

NESTA EDIÇÃO

Se o prazer de receber jogos das melhores seleções do mundo será compartilhado por 12 capitais brasileiras por cerca de um mês, durante a Copa do Mundo, uma capital nordestina terá um privilégio ainda mais raro. Sem jogos da maior competição do futebol mundial, João Pessoa (PB) abrigará a partir de julho a exposição itinerante ‘We Speak Football’, a maior do gênero já realizada na história.

Após vencer concorrência com outras três capitais do país, a capital paraibana sediará de 3 de julho a 19 de outubro uma mostra com centenas de itens do Museu Nacional de Futebol da Inglaterra e do 3-2-1 Qatar Olympic and Sport Museum, que organizam a exposição de maneira conjunta.

Os realizadores da mostra, que tem valor total de 1,5 milhão de euros (R$ 4,9 milhões), dividido por igual entre os dois museus, prometem uma experiência interativa e rica em recursos audiovisuais para celebrar a paixão de jogadores, treinadores e fãs do esporte. Os visitantes serão levados de volta à origem do jogo, reviverão a história da Copa do Mundo, conhecerão as principais estrelas do esporte de todos os tempos e viverão as emoções e a diversidade que fazem deste esporte uma língua que todos falamos. Além disso, também poderão interagir em uma seção especialmente voltada às culturais locais do futebol ao redor do mundo. Por fim, terão a oportunidade de testar as suas habilidades no esporte, chutar um pênalti ou liderar a sua equipe à vitória nos mais recentes videogames.

E os visitantes terão motivos para se empolgar como em um estádio de futebol. Além de espaços de interatividade, onde terão contato direto com o esporte e sua história em todo mundo, estarão em exposição peças únicas e nunca expostas anteriormente, como a bola da final do torneio de 1930 ou a camisa usada pelo jogador argentino Diego Maradona na partida contra a Inglaterra em 1986, quando o argentino marcou um gol driblando toda a defesa adversária e outro com a mão.

"Pela primeira vez essas peças estarão em outros países e muita delas não estão sendo exibidas na Inglaterra porque aqui em Manchester o museu é nacional. Por isso a exposição é única em vários aspectos. Muitas dessas peças serão vistas antes pelos brasileiros", destacou o diretor do Museu Nacional de Futebol da Inglaterra, Kevin Moore, em entrevista exclusiva à Revista NORDESTE, pelo Skype.

Depois de passar pela Paraíba, a "We Speak Football" vai para o Canadá (2015), França (2016), Alemanha (2017), Rússia (2018), Coreia do Sul (2019), Inglaterra (2020), Japão (2021) e faz sua última parada no Catar, durante a Copa de 2022.

(Veja a matéria completa na edição nº89 da Revista NORDESTE, à venda em todas as bancas do Brasil)
 

Notícias relacionadas