menu

Pernambuco

13/01/2017


Passagem de ônibus aumenta 14% e gera protestos no Recife

O Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM) aprovou nesta sexta-feira o reajuste de 14% nos valores das passagens de ônibus na Região Metropolitana do Recife (RMR), sugerido pelo Grande Recife. Com o reajuste, o Anel A deve subir de R$ 2,80 para R$ 3,20, e o B, de R$ 3,85 para R$ 4,40. Já o Anel D passa de R$ 3,00 para R$ 3,85. Por fim, o Anel G deixa de ser R$ 1,85 e vai para R$ 2,10. Caso o aumento seja aprovado amanhã pela Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe), o reajuste começa a valer neste domingo.

O aumento foi aprovado durante reunião do CSTM na Secretaria das Cidades de Pernambuco, na Iputinga. O encontro, que durou apenas três minutos, foi realizado à portas fechadas. A informação do aumento foi inicialmente repassada pelo vereador Ivan Moraes (PSOL), já que a imprensa não teve acesso à reunião. Dos 24 integrantes do conselho, 18 participaram da reunião. Foram 12 votos para a proposta do CSTM, 4 para a proposta dos usuários e 1 para a sugestão da Urbana-PE. Houve ainda uma abstenção. A proposta aceita era uma dos três cenários elaborados pelo Grande Recife.

Segundo o secretário das Cidades do Recife, Francisco Papaléo, a reunião durou cerca de 50 minutos, com a primeira chamada às 8h da manhã e a segunda às 8h30. Nesse momento, o quórum de 50% mais 1 foi atingido, possibilitando que a votação ocorresse. De acordo com o secretário, os novos valores são justificados pela inflação, necessidade de renovação da frota, perda de usuários, custo da instalação de câmeras em todos os veículos e o reajuste salarial dos rodoviários.

Na manhã de hoje, a Frente de Luta pelo Transporte Público organizou um protesto contra o reajuste nas passagens. Estudantes chegaram a fechar um trecho da BR-101 no sentido Paulista com pneus. Em seguida, os manifestantes tentaram interceptar um ônibus na estrada do Detran, causando confusão. O grupo também protestou na Secretaria das Cidades, onde foi recebido com truculência pela PM que usou spray de pimenta e balas de borracha contra os manifestantes. Uma pessoa foi levada pela PM após chutar o portão do Detran. Os manifestantes ainda prometeram sair em passeata após o aumento ter sido aprovado. 

Notícias relacionadas