menu

Pernambuco

07/10/2014


Paulo Câmara diz que apoio no 2º turno será definido pelo partido

Eleito governador de Pernambuco no último domingo (5),  Paulo Câmara (PSB), falou ao Bom Dia PE sobre o apoio do partido para o segundo turno.

Com a derrota de Marina Silva (PSB) nas eleições para presidente, há expectativa para definição do apoio de Câmara para o segundo turno. Segundo o novo governador, esse assunto deve ser definido em reunião ainda nesta segunda-feira. "Nós tínhamos uma candidata, Marina Silva, apoiamos ela. Pernambuco queria que ela fosse eleita presidente: ela teve maior votação que os outros concorrentes aqui no estado, mas não foi possível chegar no segundo turno. Hoje vamos ter uma reunião local com nosso grupo político para decidir qual a posição de Pernambuco e apresentar ao PSB nacional e ele, ouvindo todos, possa decidir", explicou.
Câmara afirmou que uma das prioridades de seu governo será a luta pela diminuição da desigualdade social, através da participação da população na escolha das prioridades do governo.

"A partir de 2015 vamos validar, diante da população, o Programa Todos por Pernambuco. As prioridades do nosso programa de governo que vão ser executadas em 2015, 2016, 2017 e 20118 e, dentro disso, a continuidade das políticas sociais. Queremos fazer com que Pernambuco diminua a desigualdade e a educação melhore, saúde melhorem, que a segurança seja cada vez mais bem trabalhada, diminuindo os homicídios", aponta.

Paulo disse ainda que pretende auxiliar os municípios a implantar também escolas em tempo integral, a fim de garantir a qualidade do ensino em todos os anos escolares. "Nós vamos fazer com que todos os alunos da rede estadual de ensino que queiram estudar em uma escola de tempo integral tenham sua vaga garantida, isso vai possibilitar a quase universalização dentro de rede de ensino. Sabemos também que temos que ajudar os municípios, estar junto e fazer parcerias para que os municípios também tenham a qualidade que esperamos no estado", afirma, reiterando o compromisso de duplicar, em quatro anos, no salário dos professores.
No campo da saúde, Câmara prometeu levar as UPAs Especialidades para todas as regiões do estado, além de mutirões de saúde e da construção de hospitais, reforçando a rede de média e alta complexidade de saúde. "Vamos lançar o programa de entrega de medicamento em casa, para que haja a entrega de medicamentos no domicílio e as pessoas não tenham que se deslocar até o posto de saúde", promete.

Notícias relacionadas