menu

Paraíba

09/08/2016


Pela primeira vez em JP, um curso do Método Meisner com uma atriz paraibana

Estão abertas as inscrições para o curso de atuação a ser ministrado pelos atores João Paulo Soares (Piolin Grupo de Teatro) e Fernanda Martínez (WOTA Cingapura/ Rio de Janeiro). Será utilizada a técnica de Sanford Meisner (1905-1997), discípulo Stanislavsky, que teve como alunos astros de Hollywood como Sandra Bullock, James Franco, Michelle Pfeiffer, Robert Duvall, entre outros.

O curso, a ser realizado de 13 a 30 de agosto, acontecerá em seis dias, que serão dividos entre preparação (dois dias) e aulas (quatro.

As aulas serão ministradas no Cenário Arte e Cultura, localizada em Manaíra, João Pessoa, localizado na Avenida Guarabira, 781. Os interessados devem ligar para (83) 987360704. Falar com Izabella Aranha e Ivan Júnior. Ainda é possível entrar em contato por email. Na área de assunto, recomenda-se colocar “curso” e enviar mensagem para fernandamartinezbr@gmail.com

As aulas abordarão o conceito da atuação naturalista baseada principalmente em Sanford Meisner. Discípulo de Stanislavsky, buscou sempre a organicidade dos atores, e desenvolveu sua técnica prática e direta, hoje estudada em diversos países mas ainda pouco explorada no Brasil.

Neste curso, o ator exercita o estar presente cenicamente, em contato atento com quem divide a cena e pratica a construção de um estado emocional a partir da “realidade da cena”. Os atores farão exercícios da técnica de Meisner e trabalharão em cenas em que serão dirigidos e orientados pelos professores, tendo como objetivo principal o exercício do músculo emocional do ator e a busca da verdade cênica.

CURRÍCULOS DOS PROFESSORES

Fernanda Martinez é atriz, professora e coach de atores. Coordena o grupo de práticas cênicas WOTA com atores profissionais e se dedica ao estudo e tradução do livro de Sanford Meisner.


Na adolescência começou a fazer teatro em João Pessoa, atuou em vários espetáculos com a Cia Skena de Teatro sob direção de Jerônimo Vieira, inclusive "Ali Ladrão" que lhe rendeu o prêmio de melhor atriz, fez a peça "Vovó Viu a Ave" de Cristovam Tadeu que logo se tornou a primeira sitcom paraibana "Sábado de Graça" exibida pela TV Correio, e atuou em montagens também com direção de Paulo Vieira e Fernando Teixeira. Foi atriz colaboradora na NYU Tisch Asia, em Cingapura, durante 5 anos. Atuou em mais de vinte curtas estrangeiros, na videoarte “Ainda/Still”, premiada em Roterdam, co-dirigiu a atuou no espetáculo "Anônimas" em 2014 no Rio de Janeiro.


Fez participações em Louco por Elas, A Regra do Jogo, Milagres de Jesus, Os Dez Mandamentos nas TVs Globo e Record. É atriz da Fundação Cesgranrio onde fez a série Anos Radicais e atualmente interpreta Maria de Nazaré na segunda série realizada pela Cesgranrio. Também trabalha em publicidade e já fez comerciais para Maggi, Casa e Vídeo, Mundo Verde, Bradesco, ESPM, entre outros.

João Paulo Soares é ator e diretor, formado pela Faculdade da Cidade, tendo passado também pelo Tablado. Em Londres, estudou no Greenhill College e, no Stanmore College, se dedicou ao estudo do cinema de Bergman. Dentre os trabalhos mais relevantes protagonizou o espetáculo “A Gaivota” de Anton Tchekhov do Grupo Piollin, com direção de Haroldo Rego e fez “Senhora dos Afogados” de Nelson Rodrigues, dirigido por Enrique Diaz. Em cinema fez “Folia de Reis”, longa-metragem inédito com direção de Rosemberg Cariry e “Disseram que voltei americanizada”, um curta de ficção dirigido por Vítor Ângelo. Atualmente é integrante do Grupo Piollin, dá aulas para atores e dirige os espetáculos “O Reino de Ariano”, com o ator Luiz Carlos Vasconcelos e “Razão Para Ficar”, com Ana Marinho. 


Redação com Assessoria

Notícias relacionadas