menu

Brasil

24/07/2015


Pepe Vargas: ‘Oposição e Governo podem conversar’

O ministro da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, Pepe Vargas, avaliou como positiva a possibilidade de um encontro entre o os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso para discutir e encontrar soluções para a atual crise política do País.

"Acho positivo que isso possa ser conversado. Acho que oposição e governo podem conversar. Eles têm divergência, mas podem também ter pontos de convergência", disse o ministro, que participou de um evento da Comissão Nacional da Verdade no Rio de Janeiro.

Ele também classificou as ameaças de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff de "golpe constitucional". Segundo Pepe Vargas, "Aécio Neves perdeu a eleição e tem entrado com medidas que tentam questionar o processo".

Vargas também disse que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), está equivocado ao afirmar que "aloprados do Planalto" estariam atuando em conjunto com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para denunciá-lo no âmbito da Operação Lava Jato.

"Não concordo. Não é crível. Não faz sentido ele achar que o governo tem poder de colocar ou tirar alguém de uma lista investigatória ou de um indiciamento ou não. Neste ponto de vista, o presidente da Câmara está equivocado", disse.

Nesta semana, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, também avaliou que uma possível conversa entre Lula e FHC seria boa para o País. "Considero que é fundamental que a gente mantenha cada qual a sua posição, mas não perca o norte de que há algo superior a convicções ideológicas e político-partidárias de cada um, que é o futuro do país", declarou.

Brasil 247

Notícias relacionadas