menu

Pernambuco

17/03/2015


Pernambuco amplia atuação na cadeia petroquímica mundial

 

O governador Paulo Câmara participou, nesta segunda-feira (16), da solenidade que marcou o início das operações das novas linhas de produção (P4) da Terphane, indústria especializada na produção de filmes de poliéster, situada no Cabo de Santo Agostinho. Ao lado de Nancy Taylor, CEO da Corporação Tredegar, controladora da empresa, e José Bosco Silveira Júnior, vice-presidente da Tredegar e responsável mundial da marca, o chefe do Executivo estadual visitou as novas instalações. Com a expansão, a empresa aumentou sua capacidade de produção em 28 mil toneladas/ano. Agora, a capacidade total instalada da Terphane em Pernambuco praticamente dobrou, saltando de 36 para 65 mil toneladas/ano.

A ampliação da planta pernambucana durou cerca de dois anos, gerou 80 novas vagas de trabalho e teve um aporte de US$ 80 milhões. O valor representa o maior investimento realizado pela Tredegar em seus 25 anos de história. Com área construída de 12 mil m2, a expansão é dedicada aos processos de fabricação e metalização de filmes biorientados de poliéster. Após fazer um "tour" pela linha de produção de fabricação de filme, o governador Paulo Câmara destacou a confiança da empresa no Estado e parabenizou a política de sustentabilidade "que tudo recicla".

“Fico muito feliz em ver uma empresa que acreditou em Pernambuco não apenas nos últimos oito anos, quando as condições estruturais do Estado permitiram a atração de muitos investimentos, mas há muito tempo atrás. Temos aqui uma empresa que posso considerar pernambucana, composta por pernambucanos qualificados e que dá exemplo de como se produzir filmes de poliéster para todo o Mundo. Pernambuco se orgulha de poder dizer ao mundo que aqui temos infraestrutura, pessoas qualificadas e políticas tributárias de atração de investimentos", cravou Paulo Câmara ao destacar a consolidação de outros polos no Estado, à exemplo do automotivo, de petróleo e gás e de alimentos.

Notícias relacionadas