menu

Pernambuco

20/09/2019


Pernambuco avança na avaliação do índice de desenvolvimento do CRAS

Este resultado é fruto de esforços da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, em parceria com os municípios

Uma boa notícia para os pernambucanos: recentemente, o  ID CRAS – um indicador nacional que busca capturar a qualidade dos serviços prestados à população por meio das unidades de atendimento – divulgado pela Secretaria Nacional de Assistência Social mostra relevante melhoria. Em Pernambuco, esse dado saiu da média 3,3 em 2017 para 3,5 em 2018. No ranking dos estados, também melhora a posição, que avança da 21º para 17º.

O ID CRAS é um indicador nacional que retrata a estrutura física, as características qualitativas e quantitativas das equipes de Recursos Humanos, bem como os serviços ofertados à população e os respectivos procedimentos mínimos necessários para uma oferta adequada. Este índice computa uma nota de 1 a 5: quanto maior, melhor a qualidade do serviço prestado por este equipamento. “Esta conquista, que não é a única deste ano, pois também tivemos melhoria no ID CREAS, se deve ao comprometimento do Governo do Estado, juntamente com as prefeituras, para permanecer num contínuo aprimoramento de serviço e de atendimento à população”, afirmou o secretário Sileno Guedes.

Indicadores sociais ajudam a pautar agendas políticas, qualificar debates públicos e subsidiar decisões técnico-políticas. Este resultado é fruto de esforços da secretaria-executiva de Assistência Social da SDSCJ, em parceria com os municípios de apoio técnico, capacitação e divulgação das informações.

Destaca-se que este é um importante indicador para o cálculo dos recursos do IGD SUAS: Incentivo financeiro repassado pelo governo federal para apoiar a gestão do SUAS. Os dados dos municípios foram sistematizados pelo setor de vigilância socioassistencial da secretaria-executiva de Assistência Social e podem ser acessados através: https://www.sigas.pe.gov.br/files/09062019112312-monitoramento.idcras.2014.a.2018.pdf

Esse não é o único avanço deste ano. Em fevereiro, Pernambuco saiu 16ª para a 4ª posição na avaliação do Índice de Desenvolvimento do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (ID Creas). Para a listagem, foram avaliadas as dimensões de infraestrutura do equipamento, oferta dos serviços e benefícios à população e a capacidade de recursos humanos nas unidades. Serra Talhada, Timbaúba e Cortês são os municípios com melhores índices.

Sobre o CRAS – o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)  é a principal porta de entrada na Assistência Social e tem por objetivo atender a população em situação de vulnerabilidade social. Sua atuação é fundamental para a estratégia de superação da extrema pobreza nos estados. Este equipamento social, que funciona como uma unidade básica do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, também é responsável por executar os serviços, programas e projetos socioassistenciais desenvolvidos pelos Governos Federal, Estadual e Municipal. Pessoas em situação de vulnerabilidade são atendidas e acompanhadas por profissionais, além de serem incluídas em diversos programas.


Revista NORDESTE

Notícias relacionadas