menu

Pernambuco

09/06/2015


Pernambuco registra um roubo de carro por hora

Pernambuco registrou um roubo de carro por hora nos cinco primeiros meses deste ano. Foram 3.686 automóveis roubados de janeiro a maio, numa média de 24,4 por dia. Somente no Recife foram 966. Boa Viagem tem o maior índice, segundo a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos. Nos cinco primeiros meses, foram 149 roubos. Cordeiro e Jardim São Paulo também são consideradas áreas críticas.

Na maioria das vezes, segundo o delegado Diego Acioli, o carro em si não é o objetivo da ação criminosa. Geralmente, os bandidos estão em busca de roubar pertences das vítimas dentro do automóvel ou usar o veículos em outros crimes. “Em média, 65% dos veículos são recuperados porque são abandonados em seguida”, afirmou o delegado. Ele credita o maior número de casos em Boa Viagem ao poder aquisitivo no bairro e a rotas de fuga como Imbiribeira e Ipsep.

De acordo com Acioli, nos últimos cinco anos a delegacia tem visado grandes quadrilhas. “Em seis operações, prendemos 100 pessoas. Há outras ações em andamento. Uma coisa que temos feito é fiscalizar estabelecimentos de ferro velho, por exemplo.”

Já a Polícia Militar não tem ação direcionada especificamente para roubos de carros, mas trabalha de forma ostensiva abordando veículos suspeitos. Segundo o major Júlio Aragão, assessor adjunto de comunicação, os policiais observam velocidade, forma de dirigir e vidros fumê, entre os elementos que podem tornar um automóvel suspeito.
De acordo com o major, não existe um padrão de ladrões. “Tem aquele que rouba para desmanche e outros para pegar objetos pessoais. Mas há também os usuários de drogas, que buscam qualquer coisa que acharem pela frente.”

Encomenda
O motorista Romero Villachan foi rendido e teve seu carro roubado por uma dupla de bandidos por volta das 11h50 da última quarta-feira, em Porta Larga, Jaboatão. Nesse caso, o crime foi provavelmente encomendado, já que o carro, o Hyundai I-30, era blindado. O veículo foi encontrado 12 horas depois, ao lado de outro blindado roubado.

“Os dois carros estavam parados numa rua sem calçamento e deserta em Boa Viagem. Encontrei por causa de pessoas que passaram, reconheceram meu veículo e me mandaram fotos informando”, contou. “Na Delegacia de Boa Viagem, onde prestei queixa, a pessoa que me atendeu disse que geralmente atende seis casos iguais por dia”, acrescentou o motorista.

Diario de Pernambuco 

Notícias relacionadas