menu

Brasil

09/08/2016


Petroleiros são presos ao tentar entrar em audiência na Câmara

O coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Zé Maria, denunciou a prisão de dois petroleiros na manhã desta terça-feira 9, depois que um grupo de integrantes da FUP e de sindicatos aliados tentou, mas foi proibido de participar de uma audiência pública que discutia na Casa novas regras para o pré-sal.

Os petroleiros presos foram Gustavo Marsaioli, diretor do Sindipetro Unificado do Estado de São Paulo, e de Cláudio Nunes, diretor do Sindipetro Norte Fluminense. Em seu site, a FUP classificou as prisões como "arbitrárias" e disse que os dois trabalhadores "foram violentamente atacados e detidos pela Polícia Legislativa" enquanto tentavam participar da audiência.

Em vídeo publicado no Facebook nesta tarde, José Maria diz que o grupo de petroleiros está no plenário Ulysses Guimarães da Câmara e só deixará o local quando os colegas forem liberados pela Polícia do Distrito Federal. Para o diretor da FUP e presidente do Sindipetro-RS, Fernando Maia, a prisão foi "uma atitude totalmente fora da realidade".

Assista:

Brasil 247

Notícias relacionadas