menu

Alagoas

22/03/2016


PF apura ameaça a Procuradores do Trabalho

O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou nesta segunda-feira (18) uma carta anônima deixada na Procuradoria Regional de Alagoas no último dia 14 com ameaças a procuradores do Trabalho que atuam no estado. De acordo com o MPT, a Polícia Federal (PF) foi acionada e já instaurou inquérito para apurar o caso.

A carta foi deixada no local por um motoqueiro e é feita com recortes de revista. Nela, há a ameaça: "Senhores procuradores, deixem nossas prefeituras trabalharem em paz! Seu sonho não pode ser realizado. Cuidado na cabeça".

No final do documento, é possível ver uma figura que ilustra um procurador algemado. Em outro envelope, deixado junto à carta, também foi entregue a foto de um homem.

As imagens do circuito interno do MPT foram encaminhadas à Polícia Federal, que abriu inquérito para investigar o caso. A Gerência de Segurança Institucional da Procuradoria Geral do Trabalho, lotada em Brasília, está em Maceió para acompanhar as investigações.

O Ministério Público do Trabalho afirma que continuará atuando com rigor para cumprir sua função institucional de proteção ao cidadão e informa que qualquer forma de intimidação aos procuradores e à instituição é uma afronta à Constituição Federal.

Notícias relacionadas