menu

Paraíba

28/06/2016


PF desarticula quadrilha acusada de desvios com licitações

A Polícia Federal e o Ministério Público deflagraram nesta terça-feira (28) a segunda fase da Operação Desumanidade, na cidade de Patos, Sertão do estado. Foi desarticulada uma grande quadrilha envolvendo três construtoras, vencedoras há anos de licitações fraudulentas, servidores públicos e um prefeito.

Foram 3 mandados de prisão e 14 de condução coercitiva envolvendo empresas que venciam todas as licitações em Patos, Quixaba, Emas e São José de Espinharas, através de emendas parlamentares. O prefeito de Quixaba, Júlio César de Medeiros (PMDB), foi conduzido coercitivamente para a sede do Ministério Público de Patos.

Os mandados de prisão foram cumpridos contra três empressários do ramo da construção civil. As conduções coercitivas foram feitas contra servidores municipais, pessoas ligadas as construtoras, além de familiares dos envolvidos.

Dentre os conduzidos pela Polícia Federal estão: Wescley Candeia Santana, Ana Gerlane da Silva Formiga, Julio Cesar de Medeiros Batista, Maxwell Brian Soares de Lacerda, Paulo Cesar Leite, José Vieira Dias Júnior, Madson Lustosa, George Ramalho Barbosa, Peter Ramalho Barbosa, Ednaldo de Medeiros Nunes, Sebastião Cícero dos Santos, Edivaldo Alves de Brito, Desiree Castro Soares Machado e Ana Luiza Medeiros de Machado.

Notícias relacionadas