menu

Brasil

26/03/2014


PMDB deve anunciar aliança e pré-candidatura na sexta-feira

Rio Grande do Norte

O PMDB deverá apresentar, na próxima sexta-feira, o nome do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, como pré-candidato ao Governo do Estado. As articulações apontam que no evento, que ocorrerá no hotel Praia Mar, também deverá ser anunciada uma aliança com o PSB, na qual a ex-governadora Wilma de Faria será candidata ao Senado. A aliança do PMDB também contará com a presença do PROS, legenda liderada pelo deputado estadual Ricardo Motta, e do PR, do deputado federal João Maia. O ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), confirmou ontem a programação do dia 28. “Na próxima sexta-feira, haverá o anúncio e a reunião destes partidos”, afirmou Garibaldi Filho.

Na semana passada, o deputado federal Henrique Eduardo Alves, ao participar de evento promovido pelo PRB, deu declarações com o tom da pré-candidatura. Ele disse que está “pronto para o desafio”. “Estou pronto para aceitar o desafio de ser candidato a governador”, ressaltou. O líder peemedebista acrescentou: “Se assim o povo desejar, se assim vocês entenderem, esta é a hora”.

A reportagem da TRIBUNA DO NORTE tentou falar com a vice-prefeita de Natal Wilma de Faria, mas ela disse que preferia não dar declarações neste momento. Hoje a líder do PSB no Rio Grande do Norte irá para Recife, onde se reunirá com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Wilma de Faria prefere falar publicamente sobre o anúncio da próxima sexta após a conversa com Eduardo Campos, na qual deverá dizer ao presidente nacional do PSB que vai concorrer ao Senado.

Essa deverá ser a conversa final dos dois sobre o pleito potiguar. Campos desejava que Wilma se lançasse para o Governo, assim ele garantia um palanque próprio no Estado. Mas a vice-prefeita deverá comunicar ao líder nacional do PSB que aceitará o convite para ser candidata a senadora, na aliança com o PMDB.

Wilma de Faria segue para reunião com Eduardo Campos na companhia da deputada estadual Márcia Maia. A parlamentar levará para o governador de Pernambuco que a definição de Wilma para o Senado é apoiada também pela bancada de deputados estaduais do partido e pela deputada federal Sandra Rosado, única representante do PSB potiguar na Câmara dos Deputados.

APOIOS
Na disputa ao Executivo, o deputado Henrique Eduardo Alves já recebeu apoio de dois partidos. O presidente nacional do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, ao participar de evento em Natal anunciou apoio a candidatura do PMDB. “O deputado Henrique é nosso parceiro em Brasília e, se ele for candidato, terá nosso apoio”, destacou.

Na última sexta-feira, o presidente estadual do PRB, Abraão Lincoln, também defendeu a candidatura peemedebista. O anúncio da próxima sexta-feira será feito sem a escolha do candidato a vice. A articulação em curso sinalizava que o companheiro de chapa do deputado federal Henrique Eduardo Alves seria o também parlamentar federal João Maia.

 Inclusive, no último final de semana, a executiva estadual do PR confirmou o nome da médica Zenaide Maia, para disputar o cargo de deputada federal. Irmã de João Maia, Zenaide foi lançada pelo partido com a estratégia de buscar manter a cadeira do presidente estadual da legenda no Congresso Nacional. A médica é casada com o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, e atua como secretária municipal.

No entanto, as informações de que o anúncio da sexta-feira não trará o nome do vice desagradaram a alta cúpula do PR.

VICE
A indefinição do candidato a vice na chapa do PMDB surgiu a partir das negociações feitas pelo deputado federal Henrique Eduardo Alves com o PDT, presidido pelo prefeito de Natal Carlos Eduardo. No final de semana, Carlos Eduardo e Henrique estiveram reunidos, conversa também com a presença do deputado estadual Agnelo Alves. Foi a partir desse encontro que surgiu a possibilidade de deixar a vaga de vice em aberto para acomodar novos aliados.

O PDT também busca a indicação. Para a qual seria feita a escolha do secretário municipal do Gabinete do Prefeito, Savio Hackradt. O auxiliar estava sendo cotado para disputar o cargo de deputado federal pelo partido de Carlos Eduardo, mas poderá ser emplacado como vice. 

Tribuna do Norte

Notícias relacionadas