menu

Brasil

15/01/2016


PMDB quer que Temer renuncie à presidência da legenda após ser eleito

A reeleição de Michel Temer à presidência do partido será apoiada pela cúpula do PMDB do Senado. No entanto, segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, Temer terá que renunciar ao comando nacional da sigla logo após a votação, que ocorre em março.


O vice-presidente apresentou outra proposta: ser reconduzido e se licenciar em seguida, liberando espaço para que o vice da legenda, um senador, ocupe o cargo interinamente. Ainda de acordo com Painel, o conflito está relacionado ao racha na legenda.


“Esse acordo não passa sem nosso aval. Só se ele abdicar e der a presidência ao Romerinho em caráter definitivo”, disse um dos caciques, diante da proposta de Temer de colocar Romero Jucá (RR) como presidente provisório. Os peemedebistas apontam também que não tem vocação para “rainha da Inglaterra”. Já o vice-presidente da República não aceita negociar. “Que montem uma chapa e disputem voto a voto”, diz um interlocutor.

Tribuna da Bahia
 

Notícias relacionadas