menu

Brasil

28/01/2019


Pochmann vê experiência inédita no “Observatório da Democracia” com desafio de atrair sociedade

Por Walter Santos

O presidente da Fundação Perseu Abramo, do Partido dos Trabalhadores, Márcio Pochmann, classificou como iniciativa inédita a articulação produzida por 7 Fundações partidárias no Brasil de constituírem e implantaram dia 31 de janeiro, em Brasília, o “Observatório da Democracia” mapeando todos os atos do Governo Bolsonaro tendo desafio de atrair a sociedade organizada.

O movimento reúne as fundações do PSB, PT, PC do B, PROS, PSOL, SOLIDARIEDADE e PDT.

Ele informou que o conjunto das fundações tem se reunido regularmente tratando de conjuntura brasileira desaguando no ano passado, pós resultado das eleições, na construção da Proposta de instituir o “Observatório da Democracia”.

– Em princípio, conforme ficou definido na reunião das Fundações partidárias, o Observatório atuará com cinco grandes temas e áreas acompanhando e discutindo as ações do Governo Bolsonaro como nunca se viu ou aconteceu no País- comentou ele adiantando que dia 31, antes do lançamento do movimento, às 17 horas, vão acontecer diversas Oficinas para produzir o primeiro relatório.

MOBILIZAÇÃO E DESAFIO – Márcio Pochmann explicou que o maior desafio será atrair a participação da sociedade organizada, ou seja, OAB, ABI, CNBB, UNE, movimentos sociais e universidades na elaboração de estudos permanentes sobre as medidas do Governo Bolsonaro.

Para ele, em 1989 houve uma tentativa não exitosa de se fazer um Governo Paralelo pós primeira eleição de Lula, mas sem resultado como pode e deve acontecer agora com do envolvimento das fundações.

– O Observatório chega depois de várias reuniões discutindo metodologia, implantação gradual buscando atingir além das fundações integrando a todos – frisou.

DEMOCRACIA – Pochmann analisa a Democracia brasileira fragilizada pois considera o processo histórico nacional com registros permanentes próximo do autoritarismo.

– A Democracia brasileira sempre sofreu ataques e ameaças – comentou ele, mesmo assim distinguindo a situação brasileira da Venezuela. “Mesmo com uso influente do whatsaap denunciado pelo PT como ameaça, somente em 2014 houve reação de parte dos partidos não aceitando o resultado”.

Ele questionou, por fim, a atuação de setores do Judiciário afetando o Estado Democrático se Direito. “ Toda fez que ele se afasta destes princípios há desequilíbrio questionável “.

Notícias relacionadas