menu

Brasil

08/12/2013


PPS ignora Aécio e anuncia apoio a Eduardo Campos

SUCESSÃO 2014

Com o ex-governador José Serra (PSDB) fora do jogo, o PPS cedeu à pressão do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB-PE), e aprovou ontem durante seu congresso nacional em São Paulo a indicação de apoio à candidatura do socialista à Presidência da República em 2014.

A decisão é um revés para o senador Aécio Neves (PSDB-MG), aspirante a disputar a Presidência, que também negociava o apoio da legenda. O mineiro atuou pessoalmente para impedir que o PPS anunciasse já no congresso a adesão a Campos.

A proposta vencedora recebeu 152 votos dos delegados presentes, contra 98 que defenderam que a candidata própria da ex-vereadora Soninha Francine (SP). O Congresso começou nesta sexta-feira e se encerra neste domingo, em São Paulo.
 

Notícias relacionadas