menu

Maranhão

28/09/2015


Prefeita ostentação se entrega à Polícia Federal

A prefeita afastada do município maranhense de Bom jardim, Lidiane Leite, se entregou à Polícia Federal (PF) na tarde desta segunda-feira (28).

Lidiane era procurada desde o último dia 20 de agosto, quando a PF deflagrou a Operação Éden para apurar denúncias de desvios estimados em R$ 1 milhão nos recursos destinados à educação.

Ela foi indiciada pelos crimes de peculato, associação criminosa e fraude à licitação. A Câmara Municipal cassou seu mandato por rombo de até R$ 15 milhões com verba de merenda.

Ela se apresentou à sede da PF acompanhada de dois advogados. Após prestar depoimento e fazer exame de corpo de delito, Lidiane deverá ficar detida no quartel do Corpo de Bombeiros de São Luís.

Lidiane Leite foi eleita prefeita de Bom Jardim em 2012, com apenas 22 anos, após seu namorado na época, Beto Rocha, ter a candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa.

Lidiane ficou conhecida no País após exibir, com a publicação de fotografias nas redes sociais, a vida de alto padrão que levava em uma cidade de 40 mil habitantes que tem um dos menores IDHs do Brasil.

Notícias relacionadas