menu

Brasil

15/04/2014


Presidente da China quer parceira estratégica com Brasil

Brasil

O presidente da China, Xin Jinping, afirmou a parlamentares brasileiros nesta terça-feira (15) que seu país quer estabelecer uma parceria estratégica com o Brasil que se torne um sinal especial para o mundo. A afirmação foi feita durante reunião no palácio presidencial em Beijing com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, e a comitiva de parlamentares brasileiros que está em visita oficial ao país desde domingo.

No encontro com os deputados brasileiros, que estavam acompanhados do embaixador do Brasil na China, Waldemar Carneiro Leão, Jinping reafirmou o esforço do governo chinês em fortalecer a confiança mútua entre os dois países e impulsionar a cooperação nas áreas econômica, cultural e política. Ele disse que há um interesse grande, não somente do governo chinês, mas de toda a sociedade em aprofundar as relações bilaterais com o Brasil. Ele lembrou que, em sua visita ao Brasil em 2009, teve uma excelente impressão do País e dos resultados de parcerias entre os dois países em projetos já em execução.

Henrique Alves elogiou a agenda de reformas do governo chinês e reafirmou o respeito do governo brasileiro, já manifestado pela presidente Dilma Rousseff, do Congresso e de toda a sociedade brasileira pelos excelentes resultados do país, especialmente na área econômica. Sobre as relações bilaterais, o presidente da Câmara lembrou que há 10 anos o intercâmbio comercial entre China e Brasil não chegava a 5 bilhões de dólares e hoje já é de 85 bilhões de dólares.

Esses resultados, segundo Henrique Alves, comprovam a vontade real dos dois países de estreitarem suas relações. E esse esforço, segundo ele, não se restringe a área econômica, mas também a parcerias nas áreas acadêmica, cultural, política e de turismo.

Visita ao Congresso

Durante a reunião com os parlamentares brasileiros, Jinping disse que virá ao Congresso em julho durante a visita oficial que fará ao Brasil por ocasião da reunião de cúpula dos Brics. Ele aceitou convite do presidente da Câmara. Jinping ressaltou a importância dos parlamentos e disse que gostaria de falar aos parlamentares e políticos brasileiros.

O encontro de líderes dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e Africa do Sul) está previsto para ocorrer em 15 de julho em Fortaleza. Terminada a reunião de cúpula, Xin Jinping ficará no Brasil por dois dias para uma visita de estado.

Notícias relacionadas