menu

Brasil

14/05/2015


Presidente da Petrobras diz que não permitirá que erros se repitam

A Petrobras sairá deste momento "mais saudável" e "mais forte", discursou nesta quinta-feira 14 o presidente da companhia, Aldemir Bendine, durante evento em Pernambuco. O executivo fazia referência às investigações da Operação Lava Jato, que apura um esquema de corrupção na empresa.

 

"O meu maior compromisso é deixar claro que a Petrobras sairá mais saudável e mais forte deste momento que estamos atravessando", declarou. A cerimônia acontece no Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em Ipojuca (PE), no Porto de Suape, onde será batizado o petroleiro Marcílio Dias e realizada a viagem inaugural do petroleiro André Rebouças, da Transpetro, que fará exportação de petróleo.

 

Bendine lembrou em seu discurso que todo o setor petroleiro passa por uma "drástica transformação" e que a redução do preço do barril do petróleo tem feito com que empresas no mundo inteiro revise seus planos. Isso reforça, segundo ele, a "busca incessante por eficiência" por parte da Petrobras".

 

O presidente da estatal exaltou também "sucessivos recordes" de produção da companhia, como o alcance da produção diária de 800 mil barris por dia apenas na área do pré-sal, come informou a empresa nesta quarta-feira (leia mais). "São números incríveis que atestam a eficiência da Petrobras", destacou Bendine, que destacou ainda a importância da cerimônia em Pernambuco, no EAS: "um bom negócio para todo o sistema Petrobras".

 

Aldemir Bendine concluiu seu discurso destacando que "erros praticados no passado por quem queria lesar o patrimônio da Petrobras não serão repetidos". "Vamos virar essa página com os olhos da companhia voltados para o futuro", afirmou.

Notícias relacionadas