menu

Política

27/07/2015


Presidente do PSDB, Goldman, retoma golpe: fim do governo é melhor saída

Num artigo em que volta a pregar o golpe, o vice-presidente nacional do PSDB, Alberto Goldman, defende que o fim do governo da presidente Dilma Rousseff é a "melhor saída" e pede a "exclusão do poder do PT e dos aliados que se enlamearam". Segundo ele, é preciso "encontrar o caminho" para tirar Dilma da presidência.

No texto publicado nesta segunda-feira 27 no site do PSDB, ele diz que a legitimidade do governo já havia sido colocada em dúvida na eleição de outubro, diante da "apertada vitória" de Dilma. E agora, segundo ele, se perdeu de vez. "O governo (…) está em fase terminal. Não é capaz cumprir o seu papel de dirigente da administração pública, nem de balizar o desenvolvimento da sociedade brasileira. Perdeu a legitimidade para governar", escreve.

"Os últimos suspiros dos que sustentam o governo Dilma são os apelos à oposição. É apenas uma manobra para ganhar tempo e evitar o desenlace imediato. Não contem conosco", diz ainda o tucano, acrescentando que se trata "apenas de uma manobra para ganhar tempo e evitar o desenlace imediato. Não contem conosco". "A hora de apelar para um entendimento nacional já passou", critica.

"Para o Brasil, a melhor saída é a exclusão do poder do PT e dos aliados que se enlamearam. Base política, social e legal não faltam. É a solução legítima, a mais rápida e mais eficaz e a menos penosa para o nosso povo. Por isso temos de encontrar o caminho para superar esse quadro doloroso para o nosso povo, usando os instrumentos que as nossas instituições democráticas nos ensejam, . afastando do poder aqueles responsáveis por uma das mais graves crises de nossa História", conclui o tucano.

Notícias relacionadas