menu

Alagoas

17/07/2015


Procon compara preços das mensalidades de faculdades alagoanas

O mês de julho é o período que vários alunos estão prestes a entrar em alguma faculdade ou universidade. A busca por uma instituição com ensino de qualidade e um bom preço aumenta durante esta temporada do ano. Pensando nisso, a Superintendência de Defesa do Consumidor (Procon/AL) realizou, durante a semana, uma pesquisa de valores dos cursos distribuídos por cinco Instituições particulares na capital alagoana.

No total, foram analisados os valores das mensalidades de 36 graduações diferentes. A mensalidade mais cara entre os cursos pesquisados é de R$ 5.949,90, paga pelos estudantes de Medicina do Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac). Logo em seguida, aparece o de Medicina do Centro Universitário Tiradentes (Unit), orçado em R$ 5.000. Entre os mais baratos estão os cursos de Letras, Matemática, História na Estácio de Sá.

Para quem busca um curso na área de exatas, a mensalidade de Engenharia Civil varia de R$ 636,00 até R$ 800,53. Aos que querem seguir na área de saúde, o valor para estudar Fisioterapia oscila entre R$ 795,39 a R$ 751,04. Já em comunicação, o curso de Jornalismo apresenta variação de R$ 480,00 até R$ 564,91.

Para a superintendente do Procon/AL, Flávia Cavalcante, o levantamento é relevante para dar uma noção aos consumidores alagoanos dos preços que são cobrados por algumas instituições.

“É importante a comparação entre os valores cobrados nas mensalidades de cada curso, para o consumidor analisar melhor aquilo que está dentro do seu orçamento. Mas é necessário também priorizar a qualidade do ensino. Para isso, a dica é escolher três instituições que cabem no seu bolso, para depois pesquisar qual entre as três é melhor avaliada pelo MEC”, alerta a superintendente.

Os cursos contemplados na pesquisa são Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Psicologia, Publicidade e Propaganda e Turismo, entre outros.

As instituições pesquisadas foram: Faculdade Estácio de Sá, Cesmac, Fat, Uninassau e Fat. Confira abaixo a pesquisa completa: http://www.procon.al.gov.br/pesquisas-de-precos/2015/pesquisa-universidades

Agência Alagoas

Notícias relacionadas