menu

Rio Grande do Norte

20/08/2015


Procuradora-geral da Assembleia é presa e MP divulga nomes de investigados

O Ministério Público divulgou os nomes dos principais investigados na operação "Dama de Espadas", deflagrada na manhã desta quinta-feira (20) e que apura supostos desvios de R$ 5,5 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa. Duas pessoas foram presas preventivamente, entre elas a procuradora-geral da Assembleia, Rita das Mercês Reinaldo.

Segundo o MP, os principais investigados são Marlúcia Maciel Ramos de Oliveira (coordenadora Núcleo de Administração e Pagamento de Pessoal – NAPP), Rodrigo Marinho Nogueira Fernandes (servidor da AL), José de Pádua Martins de Olveira (coordenador do setor de Cerimonial e ex-marido de Rita das Mercês), Oswaldo Ananias Pereira Júnior (gerente-geral da agência do Banco Santander na AL), além de Ana Paula Macedo de Moura, que atuava como assessora direta de Rita das Mercês.

A participação de cada um dos supostos envolvidos no esquema fraudulento ainda não foi informada pelo Ministério Público, mas somente Rita das Mercês e Ana Paula Macedo de Moura tiveram decretados mandados de prisão preventiva. A procuradora-geral da AL foi detida em seu apartamento, no bairro de Candelária, enquanto Ana Paula Macedo de Moura foi detida na Assembleia Legislativa.

O Ministério Público concederá entrevista coletiva nesta quinta-feira para detalhar a operação e o suposto esquema

Nome da operação

O Ministério Público batizou de "Dama de Espadas" a operação que investiga os supostos desvios. O nome da operação foi inspirado por música de Paulinho da Viola, que fala sobre mulher que "dava as cartas" em uma relação.

De acordo com o Ministério Público, o esquema criminoso consistia na inclusão fraudulenta de pessoas na folha de pagamento e, com os cheques-salários em mãos, realizavam os saques. O dinheiro era repartido.

Na letra da música, a mulher "traçava o baralho, ficando com a sorte" e dando somente o azar ao companheiro.

Veja a letra

Ela vem com as cartas marcadas e diz:
Você é uma espada no amor
Mas o seu jogo é pesado
E eu não desejo ser mais um fiel perdedor
Quem traçava o baralho era ela
Ficando com a sorte e me dando o azar
Quase sempre no fim da parada
Eu não tinha mais nada de meu pra jogar

No amor não se brinca com fogo
Parei nesse jogo sem forra e perdão
Hoje faço o meu lance e não corro
Mas quero saber quais as chances do meu coração
Procurando mudar meu destino
Fugi do cassino onde quase quebrei
E dispensei essa dama
Que finge que ama chamando de rei 

Notícias relacionadas