menu

Rio Grande do Norte

24/11/2016


Professores da UFRN descartam entrar em greve geral

Após um plebiscito realizado na noite de ontem (23), os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) descartaram a deflagração de greve na instituição. Apesar de não suspenderem as atividades, a categoria definiu que ficará em estado permanente de mobilização.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Docentes da UFRN, Wellington Duarte, a decisão contou teve adesão expressiva dos sindicalizados. Foram 783 (71,6%) votos contra e 311 (28,4%)  votos a favor da deflagração de greve. “A diretoria já havia manifestado anteriormente que era inoportuno deflagrar uma greve faltando poucos dias para acabar o calendário acadêmico. Mesmo sem entrarmos em greve geral, nós vamos continuar com as manifestações em consonância com a movimentação nacional”, afirmou.

Ainda segundo o dirigente, a categoria manterá seu calendário de mobilizações. Nesta sexta-feira (25), os professores participam do Dia Nacional de Luta Unificada. A atividade acontece a partir das 8h, no cruzamento da Avenida Salgado Filho com a Avenida Bernardo Vieira. Wellington Duarte destacou, no entanto, que o ato de amanhã não irá interferir nas atividades acadêmicas e as aulas ocorrerão normalmente.

Além do ato previsto para amanhã, os professores irão realizar uma mobilização na próxima terça-feira (29). Em sala de aula, os docentes irão discutir com os alunos a PEC 55.

Tribuna do Norte

Notícias relacionadas