menu

Brasil

21/05/2014


Professores municipais de Salvador paralisam por 48 horas

BAHIA

Os professores da rede municipal de ensino de Salvador realizam a partir desta quarta-feira, 21, uma paralisação de 48 horas. A ação foi aprovada durante uma assembleia realizada na manhã desta terça, 20, no Ginásio dos Bancários, após os participantes analisarem as propostas da prefeitura.
A categoria reivindica a reserva de 40% e 60% da jornada de trabalho para atividades extraclasse, o percentual para aprimoramento profissional de 5%, 10% e 15% para cursos de especialização, mestrado e doutorado, respectivamente, além o aumento em 25% da gratificação de gestores escolares, totalizando 75%.
"Existem alguns pontos discordantes entre a categoria e a prefeitura, e que nós vamos continuar insistindo. Nós já conseguimos a criação do cargo de técnico de secretaria escolar no plano de carreira, mas estas questões conflitantes têm a ver com o magistério, principalmente os professores", ressalta Elza Melo, diretora administrativa do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB).
Nesta quarta, 22, às 9h, os profissionais realizam uma caminhada, partindo da Praça da Piedade, com destino à prefeitura e à Câmara Municipal de Salvador, para entregar o plano de carreira da categoria.

Notícias relacionadas