menu

Brasil

23/07/2014


Programa destina R$ 12 milhões para audiovisual baiano

Bahia

Lançado em Brasília pela presidente Dilma Rousseff na tarde desta terça-feira (1º), o programa Brasil de Todas as Telas vai destinar R$ 12 milhões para a produção de obras de animação, ficção, documentário e telefilme na Bahia, através de investimento inédito para o segmento no estado através do Programa de Fomento à Produção Audiovisual Baiana.

Do aporte total para a Bahia, os recursos serão geridos pelo Instituto de Radiodifusão do Estado (IRDEB) e a programação é que eles sejam distribuídos da seguinte forma: R$ 1,5 milhão para produção de documentários com duração entre 50 e 120 minutos; R$ 800 mil para produção de telefilme de ficção de 50 a 120 minutos e mais R$ 9,7 para produção de obras seriadas. A expectativa é que a Bahia receba R$ 8 milhões com a contrapartida de R$ 4 milhões do governo.

“O programa é parte do nosso esforço para fazer justiça a essa imensa criatividade do nosso país e transformá-la ainda mais numa das bases da indústria cultural. Esse fundo de R$1,2 bilhões no total é o maior programa de apoio ao audiovisual implementado no Brasil não só pelo volume de recursos, mas pelo conjunto de ações desenvolvidas”, disse a presidente.

A secretária de Comunicação Social em exercício, Marlupe Caldas, que representou o governador Jaques Wagner no evento de lançamento do programa, afirmou que “a assinatura do convênio representa um momento histórico para o audiovisual do Brasil e, em especial, da Bahia. A expectativa é que sejamos contemplados com recursos, no total, em torno de R$ 12 milhões. É um marco para o setor”.

A iniciativa prevê a geração de cerca de 1.350 postos de trabalho diretos e indiretos e o envolvimento de aproximadamente 90 empresas, sendo 16 produtoras audiovisuais e, cerca de, 75 fornecedores de serviços.

Mais R$ 6 milhões via Sistema Nacional de Cultura

Ainda durante o evento em Brasília com presença também do secretário de Cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim, foi liberado o primeiro repasse de recursos do Sistema Nacional de Cultura (SNC), do Ministério da Cultura (MinC), para projetos da Bahia. A cultura do estado vai receber um total de R$ 5,936 milhões destinados a projetos em áreas como memória, fomento e equipamentos culturais.

As três propostas aprovadas do Estado contemplam o Projeto de Valorização da Memória e Fortalecimento da Economia Criativa e Solidária das Comunidades de Terreiros e Culturas Populares, a ser executado pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), e mais duas ações realizadas pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) – o Mapa Musical da Bahia 2014/2015 e a Construção de Salas Multiuso nos Centros de Cultura da Bahia, este através do Centro de Formação em Artes (CFA). Clique aqui e confira os detalhes das três propostas.

Notícias relacionadas