menu

Pernambuco

22/12/2015


Projeto Novo Recife é aprovado por 21 votos a dois durante reunião do CDU

Com 21 votos a favor, dois contrários e duas abstenções, o projeto Novo Recife foi aprovado nesta terça-feira durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Urbano do Recife (CDU), na sede da Prefeitura do Recife.

O Movimento Ocupe Estelita, contrário a construção das torres na área do Cais José Estelita, entre o Centro e a Zona Sul do Recife, protestou durante toda a manhã e organiza novas manifestações em resposta à aprovação.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Conselho Regional de Economia (Corecon) foram os únicos membros do CDU a votar contra a aprovação do Novo Recife. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) se abstiveram do voto.

Recém-exonerado do cargo de superintendente do Iphan, Frederico Almeida representou o instituto na reunião. Segundo ele, a abstenção aconteceu porque não havia material suficiente para embasar um posicionamento sobre o projeto. “Acho que faltam dados. Existe um trabalho arqueológico sendo realizado e não podemos nos pronunciar se essa análise não foi realizada ainda”, justifica Almeida, que considera a votação “inoportuna e precipitada”.

Protestos marcaram manhã
As manifestações contra a reunião do CDU começaram logo cedo. Alguns membros do Ocupe Estelita já haviam passado a noite na prefeitura e de manhã seguiram para a Ponte do Limoeiro, onde a passagem de veículos foi bloqueada. 

Movimento realizou protestos de manhã e organiza novos atos. Foto: Karina Morais/ Esp. DP
 
 
Movimento realizou protestos de manhã e organiza novos atos. Foto: Karina Morais/ Esp. DP

A Avenida Cais do Apolo, onde fica a sede da administração municipal, também foi ocupada pelo movimento, que levou faixas pedindo o salvamento do Estelita. 

Após a votação, o grupo que protestava na prefeitura seguiu em caminhada pela Avenida Conde da Boa Vista, levando cartazes e gritando palavras de ordem. 

Movimento organiza ato 
O Movimento Ocupe Estelita ainda não definiu como vai reagir a aprovação do projeto, que considera uma "irresponsabilidade ética e política". 

Em assembleia realizada ainda na Prefeitura do Recife, o grupo decidiu organizar um novo encontro, no fim da tarde desta terça, para organizar um novo ato, provavelmente na quarta-feira. 

O Diario entrou em contato com o Consórcio Novo Recife, responsável pelo projeto, mas o grupo disse que não vai comentar o caso.

Confira a lista das entidades que foram favoráreis ao projeto: 

Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano*
Secretaria de Finanças
Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos
Secretaria de Assuntos Jurídicos
Srecetaria de Meio Ambiente
Secretaria de Planejamento Urbano
URB
Câmara dos Vereadores*
Caixa Econômica 
CREA
CDL Recife
Associação Comercial de Pernambuco
Movimento Social de Luta pela Moradia
Federação dos Moradores do Ibura  
Federação dos Moradores do Jordão
Fórum dos Prezeis 

* A Semoc e a Câmara de Vereadores do Recife têm dois votos, cada, na mesa do conselho. 



Diario de Pernambuco

Notícias relacionadas