menu

Brasil

20/06/2014


PSB de Campos vai indicar vice do tucano Alckmin

ELEIÇÕES 2014

Partido vai oficializar aliança pela reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB) em convenção desta sexta-feira; Márcio França, presidente estadual do PSB, é o mais cotado para a vice; acordo frustra o PSD de Gilberto Kassab, que já negocia com o PMDB de Paulo Skaf no Estado; decisão abre espaço para o presidenciável Eduardo Campos (PSB-PE) dividir o palanque tucano do maior colégio eleitoral do país com o candidato à Presidência do PSDB, Aécio Neves

Após série de reuniões ontem, tucanos decidiram descartar o PSD de Gilberto Kassab para a vaga de vice na chapa pela reeleição do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Agora, o deputado Márcio França, presidente estadual do PSB, é o mais cotado para o posto.

A decisão abre espaço para o presidenciável Eduardo Campos (PSB-PE) dividir o palanque tucano do maior colégio eleitoral do país com o candidato à Presidência do PSDB, Aécio Neves.

Por outro lado, o acordo pressiona ainda mais a já tensa relação de Campos com sua vice Marina Silva. A Rede se posicionou contra a aliança em SP com os tucanos e em outros Estados.

Aliados de Alckmin ainda tentam convencer o PSD para entrar na coligação e indicar um nome ao Senado. Para isso, teria que disputar lugar com o ex-governador José Serra (PSDB) que sinalizou interesse pela vaga.

Kassab também tem mantido conversas com o candidato peemedebista ao governo do Estado, Paulo Skaf.

Notícias relacionadas