menu

Brasil

09/10/2014


PT faz campanha contra era FHC e PSDB prega mudança

 Na volta da propaganda eleitoral na TV, o PSDB de Aécio Neves vai bater na tecla da mudança e o PT de Dilma Rousseff vai explorar comparações com a era FHC. "Quero começar o segundo turno desta eleição dando parabéns ao vencedor do primeiro turno, que foi você. Você que disse sim às mudanças, à eficiência, à dignidade. Você que quer um governo que trate com respeito e serenidade o Brasil e os brasileiros. A grande maioria já escolheu a mudança, e ela nunca esteve tão perto de nós. Não vamos nos dispersar. Vamos juntos porque a mudança já começou", diz a vinheta do progama tucano.

Nas inserções no rádio, partido vai partir para o ataque: "PT de sempre vem jogando pedra, nem parece que é culpado porque a inflação voltou (…) Tem gente na cadeia pela grana que roubou. O país teve nas urnas e um recado ele mandou: que o PT tá de saída e a mudança começou."

Já a campanha pela reeleição, Dilma não vai aparecer. PT vai exaltar esforços para combater à corrupção e insistir na polarização com o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB): "A gente tem um lado, eles têm o deles. Com Dilma e Lula, o salário e emprego cresceram como nunca. Nos governos do PSDB, sempre foi arrocho e desemprego. Com Dilma e Lula, o Brasil se tornou país de classe média. Com o PSDB, milhões de pessoas continuavam na miséria. Eles querem voltar ao passado, a gente quer seguir mudando", afirma o programa.

Notícias relacionadas