menu

Brasil

17/02/2015


PT recorre à militância para reforçar caixa

O tesoureiro do PT e ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop), João Vaccari Neto, e o advogado da cooperativa, Pedro de Abreu Dallari, negaram hoje (30) que tenha havido irregularidades na entidade e afirma

Intenção é distribuir carnês para contribuições mensais, com o objetivo de compensar a queda das doações privadas: “Os empresários não querem nem saber de conversa”, disse o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto; citado na Lava Jato, ele diz que “estão tentando forçar a compreensão de que qualquer doação é propina”; perda seria de R$ 1 milhão ao mês

O PT vai recorrer novamente a sua militância para reverter a queda das doações privadas, que chegaria a R$ 1 milhão ao mês. A intenção é distribuir carnês para contribuições mensais.

“Os empresários não querem nem saber de conversa”, disse o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Citado na Lava Jato, ele diz que “estão tentando forçar a compreensão de que qualquer doação é propina”.

Na véspera da comemoração dos 35 anos do PT, em Belo Horizonte, Vaccari teria alertado o partido a reduzir despesas diante de um ano que promete ser conturbado.

 

Notícias relacionadas