menu

Brasil

05/06/2014


Publicitária recebe Título de Cidadã recifense

Pernambuco

Bibliotecária por formação e empreendedora por vocação, Cecília Freitas, sócia de uma das agências de publicidade mais premiadas do Recife, a Gruponove, e a primeira formada apenas por mulheres e estudantes, recebeu ontem na Câmara do Recife, o Título de cidadã recifense, proposto pela vereadora Priscila Krause (DEM). Ela frequentou o primeiro curso de comunicação do norte e nordeste. “Nascida em uma família de empreendedores, fila de dona Clarisse e seu Jurandyr, bisneta de dona Yayá, fundadora da fábrica Peixe, a primeira indústria instalada no Nordeste, que ganhou projeção nacional no século passado, tem o DNA de seus antepassados”.

Priscila ressaltou que, além da agência publicitária, ela fundou a pousada Villa Boa Vista, que presta homenagem ao Recife e à cultura pernambucana através de pinturas, poesias e peças de artesanato. O local já é reconhecido como um dos espaços mais agradáveis de hospedagem e muito bem avaliado pelos sites nacionais e internacionais. “Cecília acumula iniciativas e cargos em sua vida pública. Foi presidente do Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de Pernambuco e da Associação Brasileira de Agências de Propaganda. Já recebeu a Medalha do Mérito Guararapes, concedida pelo Governo do Estado e a Medalha do Mérito Capibaribe, concedida pela Prefeitura do Recife”.

Cecília Freitas disse que a emoção dela era dupla. Primeiro por realizar sonho antigo de ser recifense, segundo porque recebia a homenagem das mãos de Priscila Krause, a quem admira e acompanha a carreira política. “Nasci em Pesqueira, cidade vaidosa de seu passado industrial. Neta de Yayá, de visão empreenderora começou a fazer doce de goiaba em casa e logo fez sucesso. Foi criada a fábrica de doces Peixe. A família criou um império, mudanda o perfil do município no início do século passado”.

Chegou ao Recife depois da morte prematura do pai, na década de 50, onde com sua mãe e irmãos construiram uma história de vida. Mudou para Brasília. Voltou para ser secretária do então governador Eraldo Gueiros. Fez comunicação e reencontrou velhas amizades. Criou a Agência Gruponove, formada por nove mulheres, nove estudantes e nove esforços. “Tinha tudo para dar errado, mas deu certo. Fizemos campanha memorável para o banco Mercantil de Pernambuco. Comquistou todos os premios locais e nacionais. Depois Recebi o trofeu Jeca Tatu, com um comercial para o açúcar Estrela. Era um bumba meu boi com mestre Salustiano e Antônio Carlos Nóbrega. Esses 40 anos de publicidade me instrumentos para revelar meu amor pelo Recife”. A mesa foi presidida pelo vereador Vicente André Gomes (PSB), presidente da Casa.

Notícias relacionadas