menu

Pernambuco

12/08/2016


Quadrilhas arrombam agências em Olinda, Condado, Ribeirão e Inajá

Quadrilhas especializadas em arrombamentos e explosões a agências bancárias realizaram três investidas na madrugada desta sexta-feira em Pernambuco.Os casos aconteceram em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), em Condado, Zona da Mata Norte e em Ribeirão, Zona da Mata Sul e em Inajá, Sertão do estado.

Em Olinda, o alvo foi a agência do Itaú. Por volta das 4h30, bandidos tentaram arrombar o banco. Vizinhos acionaram policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar. Ninguém foi preso.

Em Condado, a agência do Banco do Brasil foi invadida pela a quarta vez nos últimos anos. Desta vez, a intenção era abrir o cofre, quando nas outras ocasiões foram arrombados os caixas eletrônicos. A agência foi completamente destruída. O impacto das explosões atingiu paredes e muros de imóveis vizinhos. Os moradores viveram momentos de terror e relatam cerca de 20 minutos de muito barulho. Na fuga, os bandidido efetuaram disparos pelas ruas da cidade. A investida teve início por volta das 3h da madrugada e contou com a participação de 10 homens, que se dividiram em grupos. Enquanto parte dava cobertura do lado de fora do prédio, os demais entraram na agência. Ainda não se sabe se a quadrilha conseguiu levar o dinheiro dos caixas eletrônicos e do cofre da agência.

Em Ribeirão, caixas eletrônicos do Santander foram explodidos. O prédio foi destruído. Em junho, a mesma agência também foi alvo dos ladrões. O grupo ainda tentou arrombar uma agência do Bradesco, mas apenas a porta foi forçada. Na fuga, espalharam grampos pelas vias para impedir a perseguição policial.

Em Inajá, Sertão de Pernambuco, um grupo explodiu uma agência bancária do Banco do Brasil. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 10 homens armados entraram pela parte de trás do banco e utilizaram explosivos para abrir o caixa-forte da agência, enquanto um caixa eletrônico foi arrombado com um maçarico. Os assaltantes fugiram levando uma quantia não informada em dinheiro.

Diário de Pernambuco

Notícias relacionadas