menu

Brasil

01/11/2016


“Quem não gosta de política será governado pela elite”, afirma Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta segunda-feira, 1º, em sua primeira aparição pública após o término das eleições municipais, que "a desgraça de quem não gosta de política é que é governado por quem gosta. E quem gosta é sempre a minoria, é sempre a elite", afirmou para durante um evento de estudantes Universidade Federal de São Carlos (UFScar), em São Paulo.

"Esses mesmos, que mataram Getúlio Vargas (…), não aceitam que prefeituras progressistas governem neste país. Para esta gente, empregada doméstica ter direito é uma ofensa", disse Lula. "Este país foi pensado pela elite para ter 35% da população podendo tudo e 65% não podendo nada", completou o ex-presidente.

A declaração foi uma espécie de desabafo em função do alto número de votos brancos, nulos e abstenções que foram registrados no segundo turno das eleições municipais.

O segundo turno das eleições municipais confirmou o PT como um dos partidos que mais perdeu espaço junto às administrações municipais de todo o país. O PT, que em 2012 elegeu 638 prefeitos, viu este número encolher para apenas 254 nestas eleições.

Lula reforçou a importância da mobilização dos estudantes que tem realizado ocupações em diversos estados contra a reforma proposta pelo governo de Michel Temer e a PEC 241, que agora tramita no Senado, que propõe o congelamento dos investimentos públicos por 20 anos, afetando principalmente saúde e educação.

"Vocês não podem desistir nunca. Todas vez que vocês estiverem desanimados, descrentes ou assistir os Jornal Nacional e ficarem desanimados com as críticas e denúncias da TV, vocês devem ter noção de uma coisa: o político que vai mudar esse país não é o Lula, são vocês", enfatizou o ex-presidente.

Lula também aproveitou a ocasião para criticar os ataques desferidos contra ele por parte da imprensa e a perseguição de que vem sendo vítima por parte da Operação Lava Jato. Lula qualificou como "mentiras" as constantes denúncias que são feitas contra ele.

Assista a vídeo de Lula no evento da UFScar:

Brasil 247

Notícias relacionadas