menu

Economia

29/03/2016


Ranking Abras/SuperHiper 2016 mostra os (grandes) números do setor

O setor supermercadista brasileiro registrou faturamento R$ 315,8 bilhões em 2015, um crescimento nominal de 7,1% na comparação com 2014, de acordo a 39º edição da Pesquisa Ranking ABRAS/SuperHiper 2016, elaborada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da Associação Brasileira de Supermercados em parceria com a empresa de pesquisas Nielsen. O resultado registrado em 2015 pelo setor representa 5,4% do PIB.

“As maiores empresas do setor refletiram em seu desempenho, as condições macroeconômicas do País. A média de crescimento das 20 primeiras do Ranking ABRAS foi de 7,9% nominal, um pouco acima do Índice Nacional de Vendas, que registrou 6,95% no mesmo período. Apesar das dificuldades da economia brasileira, podemos observar que algumas empresas conseguiram obter crescimento real e expandiram os seus negócios no ano”, afirma o presidente do Conselho Consultivo da Abras, Sussumu Honda.

A pesquisa destaca ainda que o setor fechou 2015 com 84,5 mil lojas e 1,847 milhões de funcionários diretos. Já o faturamento das 20 maiores empresas supermercadistas do Ranking ABRAS chegou a R$ 201,7 bilhões registrados em 2015.

As cinco empresas primeiras colocadas no Ranking ABRAS/SuperHiper são: Companhia Brasileira de Distribuição, com faturamento de R$ 76,9 bilhões e crescimento de 6,4%; Carrefour, com faturamento de R$ 42,7 bilhões e crescimento de 12,6%; Walmart, faturamento de R$ 29,3 bilhões com queda de -1,1%; seguido pelo Cencosud, que registrou em 2015 faturamento de R$ 9,2 bilhões, com queda de -5,4%, mas se mantém na 4ª posição. Na 5ª colocação ficou a Companhia Zaffari, com faturamento de R$ 4,5 bilhões e crescimento de 7,0%.

Assessoria

Notícias relacionadas