menu

Bahia

10/12/2015


Rapper norte-americano Akon faz parceria por energia solar em Salvador

O bairro da Liberdade, considerado um dos mais negros de Salvador, foi escolhido como local para implantação do projeto 'Akon Iluminando a América Latina/Bahia', que tem como objetivo promover o acesso à eletricidade por meio do uso de energia solar, tendo como foco o atendimento à população carente.

A decisão foi acordada na tarde desta quarta-feira (9), na Governadoria, em reunião entre o governador Rui Costa e o rapper norte-americano, Akon, idealizador do projeto, que está associado ao Akon Lighting África, que existe desde 2014, e opera atualmente em 14 países africanos, levando eletricidade para mais de um milhão de pessoas.

"O Brasil, no geral, é um país muito especial, e a Bahia tem uma raiz com uma conexão muito forte com a África. E por isso nós a escolhemos. Nós queremos estar em todos os cantos do país e esse estado foi o escolhido para ser o primeiro", disse Akon. Segundo ele, o objetivo é ajudar as comunidades carentes. "A gente sabe que a prosperidade não existe sem energia".

A iniciativa, que pretende atingir toda a América Latina, prevê instalação de mais de 250 mil postes de iluminação pública, 10 mil micro geradores, 500 mil kits domésticos; conectar mais de um milhão de domicílios; gerar centenas de empregos diretos, criando uma rede de jovens capacitados como técnicos de sistemas de energia solar; e induzir a criação de milhares de empregos indiretos. O empreendimento será colocado em prática por meio de um modelo de parcerias público-privadas envolvendo os governos locais e os grupos multinacionais Solektra, Sumec, Give 1 Project, AkonCorp, China Jiangsu, Huawei e NariGroup.

Segundo o governador Rui Costa, a implantação do projeto na Liberdade é o primeiro passo para proporcionar o desenvolvimento em outras localidades baianas. Áreas quilombolas e assentamentos agrários vão ser contemplados.

"Vamos poder aprender muito sobre esse modelo de desenvolvimento de energia solar africano. Já havia falado com o Incra [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária] sobre um projeto piloto de energia solar e eólica na região de Sobradinho. Agora é fazer esse casamento. Esse será um arranjo social e econômico que vamos levar também para as regiões que não têm energia no estado", disse Rui.

Participaram do encontro secretários de Estado, um dos empreendedores do projeto, Samba Bathily, além de outras personalidades, como Vovô do Ilê e o cantor Netinho de Paula.

Notícias relacionadas