menu

Brasil

12/12/2013


Reforço na operação dos principais aeroportos do país começa amanhã

Fim de ano

Para dar conta do esperado aumento no número de passageiros durante as festas de fim de ano e férias, autoridades aeroportuárias iniciam amanhã (13) uma ação de reforço operacional nos 12 principais aeroportos do país – localizados nas cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Recife e Campinas. A chamada Operação Fim de Ano vai até o dia 13 de janeiro.

“O dia de pico será 20 de dezembro, com a maior pressão. Para esse dia, estarão mobilizados todos os operadores e as companhias aéreas. A expectativa é ter um período de festas, se não melhor, pelo menos igual ao do ano passado, que foi relativamente tranquilo”, disse o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, após reunião com integrantes da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero).

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) vai ativar planos de emergência para melhorar a oferta de informações aos passageiros quando houver algum problema nos aeroportos e reforçar a equipe de funcionários que circularão nos saguões para orientar os usuários e das atividades operacionais.

As empresas aéreas vão colocar 15 aviões de reserva no período e ampliarão o número de tripulantes, funcionários do check-in e equipes em solo, mantendo 97% dos funcionários trabalhando. Nos horários de pico, todos os guichês de check-in deverão estar em funcionamento.

“O total de efetivo em treinamento obrigatório e em férias no mês de dezembro é só 3%. Em períodos normais, esse número vai para 7% a 8%”, disse o consultor técnico da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Adalberto Febeliano. Além disso, as companhias aéreas vão antecipar a manutenção programada das aeronaves.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai intensificar a fiscalização nos 12 principais aeroportos com 315 funcionários trabalhando em turnos durante o período. Nos aeroportos internacionais de Brasília, Guarulhos e do Rio de Janeiro, a fiscalização será feita 24 horas. A prática de overbooking estará suspensa no período.

“Nesta época do ano, todas as aeronaves estão cheias. Neste período, as empresas se comprometem a não fazer essa prática em hipótese alguma”, disse o diretor-presidente da Anac, Marcelo Guaranys.

Sobre os problemas enfrentados por passageiros nos principais aeroportos do país na sexta-feira (6) e no sábado (7), depois do temporal que atingiu a Região Sudeste na semana passada, Moreira Franco disse que a convivência com eventos climáticos faz parte da aviação. “Não é justificativa para quem trabalha nesse ramo explicar desempenho de gestão em decorrência de problemas climáticos. O problema climático tem que estar incorporado ao risco da operação”, disse o ministro.

Moreira Franco também fez um apelo para que os passageiros façam o check-in eletrônico. “Esperamos que os passageiros cheguem com seu check-in pronto. As companhias vão colocar espaços de bagagem exclusivamente para as pessoas que tiverem feito o check-in eletrônico”, informou.

No Aeroporto Internacional de Brasília – Presidente Juscelino Kubitschek, as medidas anunciadas para melhorar o atendimento ao passageiro são, entre outras, a adoção de procedimentos para agilizar a inspeção dos viajantes pelos pontos de detecção de metais e a instalação de novas esteiras de bagagem.No Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos – Governador André Franco Montoro, haverá aumento do número de balcões para atendimento dos passageiros de voos internacionais.

A Infraero informa que o fluxo estimado para dezembro e janeiro alcança 26, 37 milhões de passageiros nos 63 aeroportos administrados pela empresa, um aumento de 2,42% em relação ao mesmo período do ano passado.

Notícias relacionadas