menu

17/09/2019


Renan Filho abandona Fórum dos Governadores do Nordeste e se isola sem agradar a ninguém

Por Walter Santos

No Estado de Alagoas, é preciso admitir que o governador Renan Filho construiu uma realidade fiscal e econômica em fase de reabilitação ascendente, mesmo assim nos últimos quatro encontros dos governadores do Nordeste ele assumiu definitivamente sua ausência total. Não parece ter feito falta já que nao há registro externo.

Assumiu uma espécie destoante de governante nordestino sem apresentar alternativa e sem muita perspectiva de conviver com o Governo Bolsonaro, o que pode até ajudar a curtíssimo prazo, mas a dados de Alagoas os principais aliados do presidente são seus inimigos políticos.

AUSÊNCIA DESDE O INICIO – Quando os governadores criaram o Consórcio Nordeste em São Luís, em plena liderança do governador Flávio Dino, já ali Renan Filho deixou de comparecer aos encontros, como se estivesse acenando alinhamento com o
pemedebista José Sarney em detrimento do atual chefe do executivo maranhense renovador e bem avaliado no Estado.

Mesmo jovem passando agora a barreira dos 40 anos, Renan Filho envelheceu na postura ao não entender que os oito outros governadores avançaram com o Consórcio Nordeste em nome de todos, quando o dirigente alagoano optou pelo retrocesso do individualismo.

FATOR RESISTÊNCIA

Renan Filho enfrenta resistência permanente de veículos ligados ao ex-presidente Collor mas, mais do que isso, tem sido intolerante e agressivo com quem não gosta nem tolera.

O fato é que, o bem avaliado governador deixou subir para a cabeça a soberba, o sentimento de falta de solidariedade e postura de novo coronel alagoano, parede até novo mas de procedimentos antigos quanto seu histórico.

O QUE DIZ A ENCICLOPÉDIA

Filho mais velho do senador Renan Calheiros (MDB), ex-presidente do Senado Federal, e de Maria Verônica Rodrigues Calheiros,[2] Renan Filho é natural do município de Murici, no Estado do Alagoas, mas mudou-se para Brasília aos 16 anos de idade onde concluiu o ensino médio.

Em 2003, formou-se em Ciências Econômicas pela Universidade de Brasília (UnB), passando a trabalhar com o pai no Senado logo em seguida.[3][1] Em 2013, concluiu um curso de extensão em Políticas Públicas direcionadas à Primeira Infância na Universidade Harvard, em Cambridge, nos Estados Unidos.

Além disso, Renan Filho é casado com a administradora Renata Pires Calheiros e tem dois filhos: Davi e João.

Notícias relacionadas