menu

Pernambuco

11/08/2015


Renata Campos chora e discursa em homenagem a Eduardo

Conhecida por opinar nas decisões políticas do marido nos bastidores, mas sem o costume de falar em público, Renata Campos discursou e chorou nesta segunda-feira (10), no evento realizado em homenagem ao ex-governador Eduardo Campos (PSB), no Recife.

Renata iniciou a sua fala agradecendo o carinho que recebeu dos eleitores e aliados do socialista. “Se não fosse assim, teria sido insuportável viver este ano”, disse, sob aplausos.

“Saber que sua vida, suas ideias, suas bandeiras, sua história nos trazem até aqui, nos mantém unidos e vivos. é muito confortante. É a certeza da presença dele, a certeza de que ele continuará vivo entre nós”, disse.

Ao abrir o evento, no Paço Alfândega, no Centro da capital pernambucana, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, havia lembrado o legado de Eduardo. “Ele está presente, ele continua, seu eco, sua fala.”

Renata ressaltou ainda o papel do marido como governante. “Ele tinha uma grande vontade de transformar a vida das pessoas, de fazer de Pernambuco um bom lugar para trabalhar, mas ainda melhor para viver”, disse. “Tinha o desejo de fazer no Brasil a revolução que fez em Pernambuco.”

Amanda Miranda
Ne10

Notícias relacionadas