menu

08/02/2019


Rio poderá rever critério de uso de sirenes de chuva, diz Crivella

Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Os parâmetros que justificam o acionamento de sirenes em casos de chuvas fortes podem ser mudados, para dispararem mais precocemente, pois os equipamentos instalados no Morro do Vidigal não foram ligados ontem (6), apesar da tempestade que caiu sobre a região, causando mortes e destruição. A possibilidade de mudança nos critérios de acionamento das sirenes foi cogitada hoje (7) pelo prefeito do Rio, Marcelo Crivella, em coletiva de imprensa.

“É bem verdade que, diante dos fatos, a gente pode mudar esse protocolo. Porque poucos milímetros de chuva causaram grandes tragédias aqui no Rio”, disse Crivella, após explicação dada pelo superintendente operacional da Defesa Civil do município, Rodrigo Bissoli, sobre o motivo das sirenes no Vidigal não terem sido acionadas.

Notícias relacionadas