menu

Brasil

08/09/2015


RN trabalha para implantar terceiro geoparque da América do Sul

O Governo do RN está trabalhando para implantar na região do Seridó o segundo geoparque do Brasil e o terceiro da América do Sul. O conceito de geoparque, no entanto, já está espalhado em 32 países e desencadeia interesse crescente em muitos outros. Isso porque trabalha o desenvolvimento econômico sustentável. Funciona como um parque delimitado pela riqueza geológica. E nessa área a comunidade se envolve em atividades inerentes à região, particularmente de caráter turístico e cultural.

“A criação do geoparque do Seridó será um passo importante para a interiorização do turismo, e dar a devida valorização às riquezas geológicas e arqueológicas que temos no Rio Grande do Norte. Nosso governo está seguindo todas os orientações técnicas para viabilizar este parque. Com ele, teremos um novo momento no que se refere ao desenvolvimento sustentável dos municípios incluídos, além de mais uma atração turística aos que visitam o nosso estado”, afirma o governador Robinson Faria, que determinou à Secretaria Estadual de Turismo que trabalhe na viabilização do projeto.

O geoparque mais antigo da América do Sul funciona em Araripe, no Ceará. E recentemente o Uruguai regularizou um. No Rio Grande do Norte o projeto está adiantado e conta com total apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Turismo. No momento, novas ações estão sendo criadas junto à proposta do Geoparque Seridó, para serem realizadas no biênio 2015-2016: cadastro de novos geossítios; promoção de cursos de educação ambiental e capacitação de guias de turismo, condutores e gestores; elaboração de monografias de graduação, dissertações de mestrado e teses de doutorado; projeto de extensão para definição de trilhas geoturísticas; e preparação de material promocional sobre o projeto.

Como pequena mostra da riqueza geológica da região seridoense está as impressões de arte rupestre em Carnaúba dos Dantas com mais de 90 sítios catalogados; o Sítio Morador, em Parelhas, com vestígios da presença do homem datados de 10.000 AP; além do Sítio Serra Verde em Cerro Corá e dezenas de outros localizados nos municípios de Acari, Currais Novos e Jardim do Seridó, abrangendo ampla área rica em sítios paleontológicos/arqueológicos.

Os geoparques espalhados no mundo estão agrupados na Rede Global de Geoparques, criada em 2004 pela Unesco. Atualmente, esta Rede conta 111 geoparques, sendo maioria na Europa. No Rio Grande do Norte, a proposta de geoparque teve início em 2010, já comandada pelo professor Marcos Nascimento, que com parcerias de instituições diversas promoveu pesquisas, publicações e inventários, adiantando o processo para implantação do Geoparque Seridó.

Ascom Setur – RN

Notícias relacionadas