menu

Rio Grande do Norte

03/03/2016


Robinson Faria sugere à filha que deixe o cargo na Assembleia Legislativa

O governador falou na manhã de hoje (3) sobre a quantidade de cargos comissionados da Assembleia Legislativa (AL). Em entrevista a uma emissora de televisão, o chefe do Executivo Estadual disse que a Casa deve dar uma resposta à sociedade, ele ainda sugeriu à sua filha, Janine Faria, que deixe o cargo que ocupa no gabinete do deputado José Dias.

Sobre a repercussão acerca da Assembleia, o governador relatou que os pré-julgamentos são perigosos e revelou que sua filha está sendo injustiçada, isso porque, segundo ele, Janine Faria é formada em Direito e Publicidade, cumpre expediente normalmente no gabinete do deputado e foi indicada para a função pelo próprio José Dias, antes mesmo de Robinson chegar ao cargo de chefe do executivo.

"Ela trabalha há seis anos no gabinete do deputado José Dias, que é um homem sério e honesto. Ela foi indicada quando eu não era mais deputado e era um vice-governador sem prestígio. Não houve nepotismo cruzado, nada disso", garantiu Robinson.

Apesar de afirmar que a filha cumpre expediente na AL, Robinson garantiu que pediu a filha que abrisse mão do cargo, que lhe rende mensalmente R$ 8,1 mil.

Contudo, o chefe do executivo deixou claro que foi apenas um posicionamento dele, e que cabe a filha a decisão.

"Cabe à minha filha fazer uma reflexão e, se achar que deve sair e está vendo que está havendo um desgaste, terá o meu apoio. Se ela me ouvir, mesmo sabendo que ela cumpre suas funções, eu acho que é o momento de renúncia e acho que ela deve entregar o cargo, não por ter cometido nada ilegal, mas para ter paz", disse Robinson, afirmando ainda que não falou sobre o assunto com Janine Faria.

 

Rafael Araújo
No Minuto

Notícias relacionadas