menu

Brasil

16/10/2014


Romeiros interditam BR-343 após serem retidos pela PRF

Maranhão

Cerca de 1.500 romeiros, que viajavam de Codó (MA), para a cidade de Canindé (CE), foram retidos pela Polícia Rodoviária Federal, na noite desta quarta-feira (15/10). Eles viajavam na carroceria de caminhões adaptados, em desacordo com a legislação de trânsito. Impedidos de seguir viagem, os romeiros queimaram pneus na BR-343, trecho próximo ao terminal de petróleo na zona Sudeste de Teresina. A rodovia ficou interditada por algumas horas, até o termino da negociação com a PRF.

Segundo a PRF, o grupo viajava em cerca de 20 caminhões que foram retidos ao entrar em Teresina pela cidade de Timon.

Considerada infração gravíssima, o transporte de passageiros nestas condições só é permitida quando não houver possibilidade de o transporte ser feito de outra maneira, e dentro do mesmo estado, o que não era o caso em questão.

Segundo o Núcleo de Comunicação da PRF, para tentar burlar a legislação, os motoristas conseguiram autorização para trechos seccionados. Eles conseguiram junto ao DNIT autorização para trechos onde passariam pela fiscalização da Polícia Rodoviária.

Revoltados, e impedidos de seguir na romaria para Canindé, as famílias, muitas com crianças e idosos, queimaram pneus sobre a pista, interditando a BR-343. a PRF chegou a bloquear o trânsito já na altura do balão da avenida dos Expedicionários, e os motoristas tiveram de desviar.

Após horas de negociação, os romeiros acabaram aceitando voltar para Codó. "Os romeiros na verdade são pessoas humildes, com pouca informação", ressalta a PRF, e alerta para os motoristas que tentam enganar a população, com documentos fraudulentos.

 

(Do Portal 180 Graus)

Notícias relacionadas