menu

Ceará

29/01/2016


Secretaria vai investigar alunos estudando no chão

ASecretaria Municipal da Educação (SME) vai instaurar um procedimento administrativo para investigar a situação em que alunos da Escola Municipal Waldemar Barroso, no bairro Serrinha, foram fotografados assistindo ao primeiro dia de aula no chão. A situação, que o titular da pasta, Jaime Cavalcante, chamou de “pontual” — conforme O POVO publicou ontem —, foi compartilhada no Facebook quarta-feira, 27.

O coordenador do Distrito de Educação da Regional IV, Fred Secundino Gomes, afirmou que será investigado o porquê de as crianças estarem no chão. “Havia cadeiras para eles sentarem, como se vê na foto”, argumentou, indicando que elas deveriam ter sido utilizadas. Fred sustentou que a situação não se configurava falta de material.

Questionado pelo O POVO sobre o que os alunos deveriam ter utilizado para apoiar livros e cadernos, ele indicou que o professor responsável errou ao não propor outra metodologia pedagógica. “Poderia haver outra estratégia que ele (o aluno) não precisasse usar o caderno naquele momento. Algo que poderia ser adaptado à circunstância temporária”, sugeriu.

De acordo com o coordenador, o problema é causado pela diferença da quantidade de matrículas entre as escolas da rede municipal. Ainda assim, ele justifica, são “problemas isolados”. A “eventual diferença” é corrigida com o remanejamento interno de carteiras, detalhou. No turno da tarde, os alunos da Waldemar Barroso tiveram o problema resolvido com a chegada de carteiras e mesas. “A diretora já havia relatado, na manhã do mesmo dia, o problema”, e ele foi solucionado, apontou o coordenador.

Mais matrículas
Na edição de ontem, o secretário da Educação afirmou ao O POVO que a falta de cadeiras na escola aconteceu devido ao crescimento do número de novas matrículas na rede. Em 2016, houve cerca de 10 mil alunos novatos a mais que em outros anos. Segundo ele, este ano as escolas terão um incremento de mais cinco mil carteiras, além das quatro mil já entregues. O reforço deve chegar semana que vem.

10 mil novatos a mais, aproximadamente, se matricularam na rede municipal em 2016

980 alunos cursam do 6º ao 9º ano na Escola Waldemar Barroso.

Mariana Freire
O Povo

Notícias relacionadas