menu

Brasil

08/04/2014


Seis candidatos disputam a Prefeitura de Mossoró

Rio Grande do Norte

As eleições suplementares de Mossoró já têm quadro definido. As convenções de partidos realizadas no último final de semana, confirmaram seis candidaturas ao pleito do próximo dia 4 de maio: Cláudia Regina (DEM), Larissa Rosado (PSB), Francisco José da Silveira Júnior (PSD), Gutemberg Henrique Dias (PCdoB), Josué Moreira (PSDC) e Raimundo Nonato (PSol). As convenções foram marcados por atos cartoriais – como determinado pela Justiça Eleitoral – e pela ausência de lideranças da executiva nacional. Por ora, não há contestação dos nomes homologados cujo registro de candidatura junto ao TRE é previsto para a próxima sexta-feira, dia 11.

A governadora Rosalba Ciarlini, o deputado estadual Getúlio Rego (DEM) e o ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego, estiveram no último domingo na convenção do Democratas que homologou a candidatura de Cláudia Regina e do advogado Canindé Maia – que não figurava entre os nomes cotados para subir ao palanque ao lado da ex-prefeita. Outros filiados detentores de mandatos, entre eles vereadores, deputados estadual e federal, além do senador José Agripino Maia não estiveram no Diretório local do DEM.

Assessores próximos a Cláudia Regina descartam a falta de apoio à candidatura da ex-prefeita por parte do presidente nacional do partido. Segundo eles, o senador já havia justificado a ausência devido compromissos em Brasília e ligou antes e depois da convenção, além de se manifestar publicamente. Em sua conta no microblog twitter, o Agripino postou que “pelos partidos falam as convenções. O diretório municipal de Mossoró homologou Claudia Regina candidata. Minha amiga e a melhor prefeita”, escreveu.

O deputado federal Felipe Maia (DEM) afirmou que havia um acordo prévio com Cláudia Regina para não participar do ato cartorial que seria voltado para lideranças e filiados locais. “Ela tem nosso total apoio. Estarei caminhando com ela em breve e veremos o mandato, tomado pela justiça, ser devolvido pelo povo, nas urnas”, assegurou o deputado. O DEM recebeu 594 filiações na convenção.

A governadora também afastou a especulação sobre divisão interna: “O DEM está aqui. Não está dividido”, rebateu. Contudo, os vereadores Manoel Bezerra de Maria e Flávio Tácito, além do deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) apoiaram a postulação do concorrente do PSD, o prefeito em exercício Silveira Júnior.

Silveira Júnior terá como vice-prefeito, o vereador Luiz Carlos Martins (PT), a coligação segue a tendência já estabelecida para as eleições de outubro, quando PSD e PT, se unem para eleger a deputada federal Fátima Bezerra e o vice-governador Robinson Faria, ao Executivo estadual.

Segundo fontes da TN, a convenção do PSD poderá ser questionada pelo Ministério Público. O ato cartorial realizado no sábado teria contado com discursos de lideranças e políticos não filiados ao partido – o que é vetado pela Justiça Eleitoral – como a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) e o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM).

Tribuna do Norte 

Notícias relacionadas