menu

Rio Grande do Norte

27/09/2016


Sem macas, idoso aguarda atendimento sobre papelão no Walfredo Gurgel

A situação do hospital Walfredo Gurgel, nessa terça-feira (27), é de caos. Com corredores abarrotados de pessoas aguardando por cirurgias ortopédicas, faltam macas para acomodar os pacientes. Um idoso está desde a noite de segunda-feira (26) deitado em um pedaço de papelão enquanto aguarda atendimento.

Ao todo, 238 pessoas aguardam por cirurgias ortopédicas, com 156 esperando dentro da unidade. Vários estão nos corredores, que sequer têm espaço para abrigar novos pacientes. Entre os que aguardam o atendimento, estão 29 crianças e adolescentes de 1 ano a 14 anos de idade.

Aos 60 anos, Venâncio Araújo deu entrada no hospital na noite de segunda-feira com uma infecção e alegando fortes dores no pé direito. Diabético, o idoso não consegue ficar sentado e, como não havia maca ou espaço nos corredores do hospital, ele foi levado para uma sala onde estão outras pessoas aguardando atendimento. Lá, precisou ficar deitado em um pedaço de papelão, onde aguarda a consulta com um ortopedista.

"Tive sorte que me arranjaram esse papelão, se não iria dormir no chão. Estou com muita dor e não aguento ficar sentado", explicou o idoso, que reside em Natal e está usando uma mochila para apoiar a cabeça.

A direção do Walfredo Gurgel ainda não se manifestou sobre o caso.

Retenção de macas

Na manhã desta terça-feira (27), 13 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estava "presas" em frente ao pronto-socorro Clóvis Sarinho devido à retenção de macas. O hospital não deu previsão para liberar os itens.

De acordo com motoristas que estão aguardando a liberação das macas para que os veículos possam voltar a atuar no atendimento a emergências, 7 das 13 ambulâncias estão no local desde a segunda-feira.

Ainda não há a confirmação se o atendimento a alguma ocorrência foi prejudicado ou não foi realizado devido à retenção das ambulâncias.

Tribuna do Norte

Notícias relacionadas