menu

Brasil

15/01/2015


Senado sediará ato em defesa da liberdade de expressão nesta quinta

Brasil

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) convocou, para esta quinta-feira (15), um ato batizado de “Somos Charlie”, contra o terrorismo, a islamofobia e pela liberdade de expressão. O ato deve ter a presença de jornalistas e de lideranças empresariais, religiosas, populares, sindicais, estudantis e partidárias.

Foram convidados para o evento representantes da embaixada da França, do Centro Islâmico de Brasília, da Associação Nacional de Jornais (ANJ), da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e do jornal Correio Braziliense.

O ato, que já possui presença confirmada de 40 diplomatas, será realizado das 11h às 13h no auditório do Interlegis.

Ataques

A ideia do ato “Somos Charlie” surgiu como forma de protesto aos ataques terroristas feitos na última quarta-feira (7) contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo. O ataque à revista deixou 12 mortos, dos quais oito eram jornalistas. Ao mesmo tempo, outros ataques, contra policiais e contra um mercado kosher, freqüentado por judeus, deixou mais cinco mortos, elevando o número de vítimas da onda de terror na França a 17 mortos. Os três responsáveis pelos atentados foram mortos pela polícia francesa.

A revista já havia sido alvo de um ataque no passado após publicar caricaturas do profeta Maomé, o que irritou os muçulmanos.

(Agência Senado )

Notícias relacionadas