menu

Rio Grande do Norte

14/03/2015


Sequestrador propõe troca de refém no cárcere em Capim Macio

Durante a madrugada deste sábado (14), os policiais conversaram com o adolescente através do Whatsapp e também com o agente penitenciário. Segundo relatos, o clima continua tenso, mas sem alterações. Pela manhã, inclusive, o café da manhã foi servido pelos Policiais Militares ao sequestrador e sua vitima.

De acordo com o major da Polícia Militar, Rodrigues Barreto, Francisco Guimarães sempre entrega a bebida e comida ao adolescente e, passados 40 minutos, se alimenta. "Ele tem consciência do rito e da doutrina que seguimos", destacou o major.

Quanto às exigências, a PM explicou que segue buscando manter o sequestrador tranquilo e negociando para que o desfecho termine sem violência. O sequestrador, inclusive, disse que vai libertar o cão de estimação da família ainda nesta manhã. Já sobre o pedido de troca do refém, a PM disse que a mãe do adolescente segue dopada e internada.

Notícias relacionadas