menu

Alagoas

13/11/2017


Serra da Barriga recebe título de patrimônio do Mercosul

O governador Renan Filho participou neste sábado (11) a partir das 9 horas da cerimônia na qual a Serra da Barriga, localizada no município de União dos Palmares, Zona da Mata de Alagoas, recebe o título de Patrimônio Cultural do Mercosul. A certificação faz parte de uma série de ações que marcam o Mês da Consciência Negra no Brasil, fruto da parceria da Fundação Cultural Palmares (FCP), Ministério da Cultura (MinC), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Prefeituras de Maceió e União dos Palmares.

A solenidade de certificação contará com a participação ainda do presidente da Fundação Palmares, Erivaldo Oliveira; de autoridades federais, municipais e estaduais e representantes dos quilombolas, do Movimento Negro e de outros setores da sociedade civil.

A Serra da Barriga é bem tombado pelo Iphan desde 1986 e monumento nacional desde 1988. O local é considerado sagrado e de grande representatividade para o povo negro, onde foi criado o maior foco de resistência escrava do Brasil, o Quilombo dos Palmares.

A escolha foi feita durante a XIV Reunión de la Comisión de Patrimonio Cultural do Mercosul Cultural, realizada em maio desse ano, na Argentina, e se insere na Cumbes, Quilombos y Palenques del MERCOSUL – La geografia del cimarronaje, proposta que recebeu candidatos de vários países.

De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que preparou o dossiê de candidatura com o apoio da Fundação Cultural Palmares, Secult e das instâncias locais alagoanas, a aprovação da Serra da Barriga como Patrimônio do Mercosul, além de contribuir para o reconhecimento dos indivíduos e suas comunidades de matrizes africanas no continente americano, e nos países da região, representa uma reparação às perseguições e à intolerância praticadas contra o povo negro e reveladas através dos quilombos.

“A diplomação da Serra da Barriga é um marco para a cultura do nosso país. O local é símbolo da luta pela liberdade e igualdade entre os povos. Celebramos esta data em um ano importante para o nosso Estado, que comemora os 200 anos de Emancipação Politica”, disse a secretária da Cultura em exercício, Rosiane Rodrigues.
Mês da Consciência Negra

Programação completa

A programação do Mês da Consciência Negra, que será realizada em Maceió e União dos Palmares, iniciou nesta quarta-feira (8) e segue até 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. Ainda na quarta-feira , ocorreu a abertura oficial da XV Reunião da Comissão de Patrimônio Cultural (CPC) do Mercosul, no Teatro Deodoro. Na quinta (9), houve a continuação da programação e nesta sexta-feira (10), na Associação Comercial de Alagoas, no bairro histórico do Jaraguá, às 11h, haverá apresentação do Plano de Gestão da Serra da Barriga como Patrimônio Cultural do Mercosul.

De 11 a 16 de novembro, as escolas de União dos Palmares recebem as oficinas do projeto “Conhecendo a Nossa História: Da África ao Brasil, que tem o intuito de disseminar o conhecimento sobre a História e Culturas do continente africano e dos afro-brasileiros.
No sábado (11), às 11h, acontece a Cerimônia de Certificação da Serra da Barriga como Patrimônio Cultural do Mercosul.

Nos dias 12, 20 e 27 deste mês, acontece em Maceió (Pajuçara, Farol e Mirante do Jacintinho, respectivamente) o Projeto Em Cantos Africanos. Um espetáculo irá mostrar ao público infanto-juvenil a riqueza de narrativas da África.

No dia 13, às 18h, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) promove um Workshop de Atendimento ao Turista, no Auditório da Prefeitura de União dos Palmares.

Entre os 14 a 20, das 10h às 22h, o Pátio da Estação Ferroviária de União recebe a Feira de Negócios e Arte.

De 15 a 19 de novembro, é a vez do projeto Vamos Subir a Serra. A Praça Multieventos, na capital alagoana, será palco, das 8h às 22h, de palestras, rodas de conversa, mostras de cinema, exposição fotográfica, oficinas e feiras de produtos artesanais.

Em 17 de novembro, grupos culturais de Maceió fazem a Celebração de Saudação à Serra da Barriga. Haverá um cortejo e apresentações culturais na Praça Multieventos.

De 18 a 20 de novembro, ocorre em Maceió o Encontro de Maracatus. Já União dos Palmares receberá apresentações artísticas da Vibrações, Tribo de Jah, Naná Martins, Margareth Menezes, grupos culturais e bandas locais.

E no dia 20 de novembro, será o grande dia de comemorações da Consciência Negra, em qual será instalado o Comitê Gestor e apresentado o dossiê que embasou a candidatura da Serra da Barriga.

Brasil 247

Notícias relacionadas