menu

Brasil

10/02/2015


Sete partidos já indicaram membros para a CPI da Petrobras

Política

Até o fim da noite de segunda feira, sete partidos já haviam indicado membros de suas bancadas para compor a CPI da Petrobras: SDD, PR, PROS, PSD, PSDB, PSB e PSOL. PT e PMDB, as duas maiores bancadas da Câmara ainda não o fizeram.

O PT só fechará a lista de indicações para a CPI depois de reunião com a bancada nesta terça-feira, embora o tema já tenha começado a ser discutido.

Já no PMDB a definição dos nomes passa pela escolha do novo líder da bancada, que só será definida na quarta-feira. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), confirmou que não fará indicações até o fim do carnaval. Esse procedimento poderia ser feito uma vez que a criação da CPI foi formalizada na última quinta-feira.

Depois de 48h da criação forma da CPI, o presidente da Casa pode indicar membros para compor o grupo caso os partidos não o façam, possibilidade que Cunha descartou até o fim do Carnaval. Faltam ainda, entre titulares e suplentes, 35 nomes para fechar o quadro completo da CPI da Petrobras.

Confira os nomes já indicados:

Titulares: Paulinho da Força (SDD-SP), Altineu Côrtes (PR-RJ), Domingos Neto (PROS-CE), João Carlos Bacelar (PR-BA), Paulo Magalhães (PSD-BA), Silas Câmara (PSD-AM), Bruno Covas (PSDB-SP), César Messias (PSB-AC), Izalci (PSDB-DF), Júlio Delgado (PSB-MG), Otavio Leite (PSDB-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP).

Suplentes: João Henrique Holanda (SDD-AL), José Carlos Araújo (PSD-BA), José Rocha (PR-BA), Leônidas Cristino (PROS-CE), Rogério Rosso (PSD-DF), Adilton Sachetti (PSB-MT) e Rodrigo Martins (PSB-PI).

 

(Do iG)

Notícias relacionadas