menu

Brasil

04/05/2014


Soldado Prisco passa mal e é internado em Pronto Atendimento de Brasília

LIDER DE GREVE

O vereador soldado Prisco, líder da greve da Polícia Militar na Bahia e que se encontrava preso na Penitenciária da Papuda, em Brasília, se sentiu mal após tentativa, frustrada por agentes federais, de fuga de internos do Presídio Federal, no início da noite deste sábado (3/5).

Conforme informações do advogado Leonardo Mascarenhas, o vereador sentiu fortes dores no peito e está sendo tratado pela médica plantonista da UPA São Sebastião como vítima de infarto, após ser ameaçado de morte pelos internos e acusado de "informante".

Os agentes federais conseguiram impedir a iniciativa e, conforme informações, outros presos passaram a ameaçar o soldado Prisco por acreditar que, por ser representante de policiais militares, teria indicado a iniciativa de evasão para os federais. Temendo ser vítima de violência, o vereador ficou nervoso e passou a sentir fortes dores no peito, sendo encaminhado à UPA.
 

Notícias relacionadas