menu

Brasil

30/06/2014


Suárez admite mordida, pede desculpa a Chiellini e “família do futebol”

Copa do Mundo

Em uma carta divulgada em sua conta no Twitter nesta segunda-feira, o atacante uruguaio Luis Suárez finalmente admitiu ter mordido o zagueiro italiano Giorgio Chiellini e pediu desculpa ao adversário. O incidente aconteceu no jogo entre as duas seleções, na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo.

Suárez afirmou estar "profundamente arrependido" pela mordida em Chiellini e ainda fez uma promessa. "Me comprometo publicamente a nunca mais me envolver em um incidente como este", afirmou o uruguaio.

Após a mordida em Chiellini, Suárez recebeu da Fifa uma suspensão de nove jogos. Além disso, foi banido do futebol por quatro meses e teve a credencial tomada, ficando impossibilitado de continuar ao lado dos companheiros de seleção no Brasil. Por isso, voltou ao Uruguai antes mesmo da derrota do país para a Colômbia, nas oitavas de final.

 (iG)

Notícias relacionadas