menu

Brasil

28/12/2016


Temer deve vetar projeto de socorro financeiro a estados e exigir contrapartidas

O presidente Michel Temer deverá vetar integralmente o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados sobre a renegociação das dívidas dos estados com a União. A informação foi confirmada ao iG pelo líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP).

Temer já havia demonstrado insatisfação com o texto final do projeto de lei, uma vez que as contrapartidas pedidas pela equipe econômica do Planalto foram retiradas do projeto após articulação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O projeto também concede aos estados prazo de até 20 anos para o pagamento das dívidas com a União.

De acordo com Baleia Rossi, que se reuniu com Temer e Maia nesta terça-feira (27), a equipe econômica do governo deverá enviar ao Congresso um novo projeto sobre o tema no início do ano legislativo, em fevereiro.

“O presidente relatou que deverá vetar o projeto porque ele entende que, para fazer uma ajuda aos estados, eles precisam trazer alguma contrapartida que justifique esse apoio. Ele deve vetar e depois vai discutir até fevereiro um novo projeto que possa contemplar os interesses dos estados e da União”, disse o líder do PMDB na Câmara.

Baleia Rossi garante que não houve nenhum tipo de mal-estar com Rodrigo Maia, que havia feito uma série de encontros com governadores antes de articular na Câmara os termos em que o projeto seria aprovado.

iG

Notícias relacionadas